Significado das cores

Os psicólogos demonstram que todas as pessoas possuem uma escala de cores própria e que neles é possível expressar seu humor, seu temperamento, sua imaginação e seus sentimentos. Também está demonstrado que por sua vez o homem é influenciado pelas cores. É interessante ressaltar que por muito importante que sejam as relações entre as cores e as sensações, resultam totalmente personais e subjetivas.

A seguir uma relação de cores e o que elas representam:

• Vermelho: é uma cor que parece sair ao encontro, adequado para expressar a alegria entusiasta e comunicativa. É a cor mais excitante de todas, pode significar paixão, emoção, ação, agressividade, perigo.

• Azul: é uma cor reservada e que parece afastar-se. Pode expressar confiança, reserva, harmonia, afeto, amizade, fidelidade, amor.

• Verde: reservado e esplendoroso. É o resultado do acorde harmônico entre o céu-azul e o amarelo do sol. É a cor da esperança. Pode expressar natureza, juventude, desejo, descanso, equilíbrio.

• Amarelo: irradia sempre em todas as partes e sobre todas as coisas, é a cor da luz e pode significar egoísmo, ciúmes, inveja, ódio, adolescência, riso, prazer.

• Laranja: é a cor do fogo flamejante, foi escolhido como sinal de precaução. Pode significar regozijo, festa, prazer, aurora.

• Rosa: o ditado popular que afirma tudo ser visto em cor-de-rosa, reflete fielmente seu significado: ingenuidade, bondade, ternura, ausência de todo forma de mal.

• Violeta: é a cor que indica a ausência de tensão. Pode significar calma, autocontrole, dignidade, aristocracia e também violência, engano, agressão premeditada.

• Branco: é a luz que se difunde (na cor). Expressa a ideia de inocência, paz, infância, divindade, estabilidade absoluta, calma, harmonia.

• Preto: é a ausência de cor pode determinar tudo o que está escondido, velado e pode expressar separação, tristeza, morte, noite. Também possui sensações positivas como seriedade, nobreza e pesar.

• Cinza: é a cor que iguala todas as coisas e que permite a cada cor suas próprias características sem interferir nelas, pode expressar desconsolo, passado, velhice, desânimo, indeterminação.

Arquivado em: Artes, Psicologia