Filtros

Por André Luis Silva da Silva
Um filtro é um instrumento destinado à filtração, ou seja, retenção de partículas maiores em uma superfície porosa por ação de obstrução, na qual o corpo sólido é retido e a fase líquida flui através do filtro. Os filtros podem ser domésticos, os quais se tratam de uma vela de porcelana porosa, ou outro formato de estrutura de mesmo material, o qual se destina à retenção de partículas sedimentares da água para o consumo humano. Assim, as partículas poluentes, de maior diâmetro, são retidas nos poros, separando-se da água líquida.

Laboratorialmente, os filtros baseiam-se em papel de filtro ou papel sem goma. São utilizados no fracionamento de misturas heterogêneas constituídas de um sólido e um líquido. O processo pode ser realizado sob pressão ambiente, chamada de filtração gravitacional ou filtração comum, ou sob a utilização de vácuo no recipiente que se pretende recolher o filtrado, a filtração à vácuo, desta forma acelerando o processo. Para isso, conecta-se uma bomba de vácuo ou uma trompa d’água ao sistema. Existem também alguns filtros de sílica porosa, de uso frequente no laboratório de química.

Filtração simples

Processo que destina-se à separação dos componentes de misturas heterogêneas sólido-líquidas. São utilizados funil, papel-filtro, e copo de béquer para reter o filtrado.

Filtração a vácuo

Processo utilizado na separação dos componentes de uma mistura heterogênea sólido-líquido por meio de pressão negativa. São utilizados, funil de Buchner, bomba de vácuo ou trompa d’água.

Na indústria, os sistemas de filtração são usados em maior escala, e assumem uma maior importância, e assim também uma maior diversidade. A partir de seu funcionamento, podem ser classificados em filtros de pressão positiva ou de pressão negativa. Já de acordo com sua finalidade, os filtros podem ser classificados como clarificadores, purificadores ou concentradores.

Nos sistemas de filtros sob pressão, o líquido flui através do meio filtrante devido à diferença de pressão gerada. A filtração de pressão positiva pode ser realizada apenas a partir de força gravitacional, a qual age sobre uma coluna de líquidos ou por bombas ou força centrífuga. Já nos sistemas de filtros de pressão negativa, estas são obtidas geralmente por meio de bombas de vácuo. Os clarificadores são empregados para remoção de pequenas quantidades de sólidos, deixando os líquidos límpidos. Os purificadores são processos que se destinam a retirar impurezas de gases, ar comprimido ou vapores. Já os concentradores atuam promovendo a separação parcial de borras fluidas em uma suspensão de sólidos contidos no líquido.

Referências:
SARDELLA, Antônio; MATEUS, Edegar; Curso de Química: química geral, Ed. Ática, São Paulo/SP – 1995.
FELTRE, Ricardo; Fundamentos da Química, vol. Único, Ed. Moderna, São Paulo/SP – 1990.

Ilustrações:
http://www.prof2000.pt/users/anitsirc/Corpomisturas%20heterog%C3%A9neas.htm
http://labjeduardo.iq.unesp.br/orgexp1/filtracaovacuo.htm