Material de Laboratório

Por Luiz Molina Luz
Balão de fundo chato: Para armazenar, preparar, aquecer ou recolher soluções. Podem ser de vidro transparente ou âmbar.

Erlenmeyer: Serve para recolher frações de materiais destilados ou para conter misturas que serão homogeneizadas.

Béquer: Resistem ao aquecimento, resfriamento e ataques de produtos químicos, com escala de pouca precisão.

Funil de vidro: Empregado para transferir líquidos e para apoiar o papel de filtro.

Tubos de ensaio: Recipientes de vidro onde ocorrem reações e análises. Também utilizados para coleta de amostras em pequena quantidade.

Condensadores: São colunas de vidro com tamanho variável entre 10 cm e 1,7 metro, dentro das quais existem tubos em forma reta, espiral ou bolas seqüenciais. São utilizados em destilações.

Bastão ou baqueta: é um bastão maciço de vidro. Serve para agitar e facilitar as dissoluções ou manter massas líquidas em constante movimento.

Proveta ou cilindro graduado: Serve para medição precisa de volumes maiores de líquidos.

Bureta: Serve para determinar pequenos volumes de reagentes com precisão. Pode ser de vidro ou de polietileno.

Pipetas: Utilizadas para medir e transferir mínimas quantidades de líquidos com precisão. Podem ser graduadas ou volumétricas.

Balão volumétrico com saída lateral: Empregado na ebulição de líquidos em pequenas destilações.

Bico de Bunsen: Aquecedor a gás com chama de temperatura variável, de acordo com a regulagem.

Cadinho ou cápsula de porcelana: É usada em evaporação ou secagem e pode ser levada ao fogo sobre tela de amianto.

Suporte universal, garra e pinças de fixação: Usados para segurar e sustentar vidrarias, como balões e condensadores, entre outros.

Tripé de ferro: Usado como apoio para tela de amianto e outros objetos a serem aquecidos.

Tela de amianto: suporte para as peças a serem aquecidas. A função do amianto é distribuir uniformemente o calor recebido pela chama do bico de Bunsen.

Estante para tubos de ensaio: É utilizado para apoiar tubos de ensaio.

Funil de Buchner: Usado em filtrações a vácuo, pode substituir os cadinhos de Gooch.

Kitassato: Recipiente de vidro com paredes super-reforçadas e indicado para filtrações a vácuo.

Funil de separação: Utilizado na separação de misturas de líquidos imiscíveis. Também pode ser chamado funil de decantação ou funil de bromo.

Pisseta: Deve conter solventes, água ou soluções de sabões e é utilizada para efetuar lavagens de outras vidrarias.