Química Teórica

O que é Química? Por que devo estudar química?

Essa é uma pergunta que todos os estudantes novatos fazem. Eis a resposta. A química é ciência que estuda a matéria, e as transformações nela ocorridas, além das variações de energia que acompanham essas modificações. Sabe-se pela experiência e evidencia que a energia na verdade não pode ser destruída e nem criada ela só pode ser transformada de uma forma para outra, porém sua essência é a mesma. Portanto energia pode ser definida como a capacidade de realizar trabalho ou ser transformada pela realização de um trabalho. Por exemplo:

Vamos supor que uma bola de cobre se está em repouso; sabe-se que ela possui energia potencial se ela for empurrada, ou seja, realizar um trabalho-, empurra- lá estaremos transformando a energia potencial em energia cinética. Se aquecermos essa bola de cobre ela irá emitir luz e sabemos que a luz é energia eletromagnética e por aí vai. O motivo pelo qual precisamos estudar química reside principalmente nesse fato e no fato de que tudo o que existe na terra, no céu, na água é química, tudo é formado por átomos, e eles são o centro da química.

O esquema é o seguinte:

Átomos -> Moléculas -> Matéria

A química é uma ciência experimental, por este motivo é uma área exata da ciência, por que trata dos resultados que mais se aproximam da verdade. Portanto química teórica pode ser definida como uma compilação dos dados obtidos do estudo das estruturas químicas, através de modelos matemáticos. A teoria foi uma maneira que os químicos encontraram de oferecer respostas as perguntas formuladas pela curiosidade humana, e o sucesso da teoria reside no fato de explicar algo até então sem explicação, e satisfazer quem busca uma resposta.

A química teórica é a subárea da química que é responsável pela transmissão dos conhecimentos através do tempo como, por exemplo, a tabela periódica de Mendeleyev, chegou até nós e prosseguirá para sempre por meio da teoria que foi registrada por ele no papel.

O pensamento químico e a imaginação levaram a descoberta de muitas coisas úteis, sabemos, por exemplo, que os orbitais não existem em hipótese alguma, eles são apenas modelos matemáticos criados pelos químicos para explicar a ligação química que forma os átomos se ligam uns aos outros, por que até hoje ninguém viu um átomo ou elétron pessoalmente. Então não se pode afirmar com certeza como ele realmente é, tanto isso é verdade que todos os livros texto falam em modelos atômicos propostos como, por exemplo, o modelo do átomo de Dalton, de Rutherford, Bohr e Thompson. O que não significa que isso seja mentira dos cientistas, por que o modelo é apenas uma maneira de explicar os resultados obtidos em experimentos por eles realizados além das conclusões óbvias.

A abordagem da química teórica inclui:

  • Estruturas moleculares;
  • Química Quântica (aplicação da mecânica quântica na química);
  • Modelos matemáticos (equações e gráficos);
  • Representação das reações químicas;

E tudo mais que faz parte da nossa ciência, inclusive esse trabalho, é inspirado na química teórica. Os livros de química são toda parte da química teórica, quando utilizamos um livro de química analítica, por exemplo, para realizar uma análise estamos utilizando a química teórica para executar a prática, esse é o grande objetivo dessa subárea, a disseminação do conhecimento adquirido durante vários experimentos.

A teoria é tudo aquilo que possibilita a realização de um trabalho seguindo um manual de alguém que já o realizou.

O elétron desde que foi descoberto é um enigma dentro da química, até hoje não sabemos se ele é uma onda ou uma partícula, inclusive um cientista chamado Louis de Broglie, formulou uma teoria chamada “Dualidade Onda-Partícula” na tentativa de explicar a real natureza do elétron. E até hoje este assunto continua como uma lacuna a ser preenchida são, muitas teorias mais o elétron ainda não foi visto por ninguém.

Bibliografia:
Russel, J. B. Química geral. São Paulo: Makron Books, 2004.

James Brady, Humiston Gerard E. QUÍMICA GERAL - 2ª EDIÇÃO.

Mahan, B. M. Química: um curso universitário. 4a ed. São Paulo: Edgard Blücher, 2003.

Jones, Loretta; Atkins, Peter Princípios de Química - Questionando a Vida Moderna e o Meio Ambiente - 3 ª Ed-Porto Alegre:Bookman, 2006

Arquivado em: Química