Luciferianismo

Mestrado em História (UFJF, 2013)
Graduação em História (UFJF, 2010)

O Luciferianismo é um conjunto de crenças centrado na figura de Lúcifer. Com origem no culto de adoração às serpentes, o Luciferianismo é uma crença antiga em mistérios com raízes nas práticas pagãs da Grécia. Seus seguidores fazem referência à entidade romana Lúcifer, que o Portador da Luz e a personificação do esclarecimento. Em sua origem, Lúcifer era o nome dado à estrela da manhã, também conhecida por Vênus. Algum tempo depois, o nome Lúcifer foi descontextualizado pelo cristianismo e corrompido em sua essência.

Essa corrente defende o encontro com a divindade dentro de cada um de nós como fator importante no caminho da verdade, pois é ela que pode nos trazer consciência e conhecimento, além do livre-arbítrio. A figura de Lúcifer foi recorrente em diversas crenças e dotada de diferentes representações míticas. Em geral, Lúcifer nunca foi uma entidade pejorativa, mas um anjo portador da luz e do conhecimento. Somente quando o cristianismo deturpou sua imagem, fazendo de Lúcifer um antagonista à fé cristã que surgiram interpretações míticas diferenciadas, como o Satanismo. Este, a princípio, é uma reação oposta ao cristianismo. Possui características próximas ao paganismo, mas é desligado de suas práticas.

Em função das diferentes interpretações formuladas sobre Lúcifer, seu culto sofreu adaptações. A versão mais atual do Luciferianismo é o Neoluciferianismo ou Luciferianismo Moderno, que sintetiza as versões existentes anteriormente. Os seguidores dessa corrente mais atual identificam Lúcifer como um referencial de auto realização e de desenvolvimento pessoal, considerando que ele realmente exista como entidade sobrenatural. É notável como seus seguidores permanecem existentes, pois, após o cristianismo e especialmente na época da inquisição, eles foram extremamente perseguidos. Embora os cristãos buscassem seu extermínio, o que ocorreu foi o oposto, sua expansão. Os luciferianistas se desenvolveram em contato com outras religiões, como a religião Wicca e com outros pagãos. Lúcifer só está vinculado à figura do diabo na mitologia cristã, que, por sua vez, é uma deturpação da mitologia pagã existente anteriormente. Fora da mitologia cristã, Lúcifer é uma das manifestações do Deus Sol.

O Luciferianismo prega uma visão centrada em Lúcifer, mas de modo eclético e aberto ao desenvolvimento. Ele está dividido em Luciferianismo Tradicional ou teísta, acreditando na existência de Lúcifer como um ser físico, e em Luciferianismo Simbólico ou Agnóstico, que acredita em Lúcifer como um símbolo da luz, do conhecimento, do crescimento individual e do aperfeiçoamento pessoal.

Arquivado em: Religião