Países do Eixo

Por Antonio Gasparetto Junior
Os Países do Eixo eram aqueles que reuniam as ideologias autoritárias na Segunda Guerra Mundial, englobando o nazismo e o fascismo.

Bandeira da Alemanha Nazista.

Bandeira da Alemanha Nazista.

A Primeira Guerra Mundial terminou em 1918 deixando feridas abertas nos derrotados. A Alemanha foi grande protagonista do conflito, após ser derrotada em batalha, um tribunal de paz imprimiu severas punições sobre os alemães. Tais punições serviram apenas para agravar a situação social e moral da Alemanha, a estrutura vivida no país permitiu espaço para a ascensão de Adolf Hitler. Este se tornou líder do Partido Nazista e conseguiu reunir o povo alemão em torno de um ideal, a reconstrução do país baseada na supremacia da raça ariana.

O clima se tornou tenso na Europa novamente na década de 1930, um ambiente de guerra se configurava novamente. Adolf Hitler encontrou como aliado Benito Mussolini, líder da Itália Fascista. Ambos os países cresceram em poderio e militarmente, mesmo com todas as sanções sofridas após a Primeira Guerra Mundial. Novamente os países começaram a se armar e preparar para uma nova guerra.

Bandeira da República Social Italiana

A Segunda Guerra Mundial teve início em 1939, Adolf Hitler tinha o projeto de expandir seu império pela Europa e, quiçá, pelo mundo. Diferentemente do primeiro conflito de grande abrangência que foi a Primeira Guerra Mundial, a Segunda Guerra Mundial não esteve ligada somente ao continente europeu enquanto ambiente de batalha. O novo conflito teve proporções muito maiores, englobou mais países e realmente fez jus ao adjetivo de mundial. Os combates militares ocorreram não só na Europa, mas também na África e na Ásia. Até mesmo porque um dos grandes protagonistas da Segunda Guerra Mundial era um país do Oriente, o Japão.

No desenrolar do conflito, dois grupos definiram as posições dos países na guerra: os Aliados e os Países do Eixo.

Os Países do Eixo reuniam aqueles que deram início ao conflito armado no mundo novamente, Alemanha e Itália. Estes foram responsáveis pelo crescimento da instabilidade em território europeu e efetiva eclosão da guerra. Juntamente com Alemanha e Itália estava ainda o Japão, o outro grande protagonista que formava a tríade dos países a serem combatidos na guerra.

Bandeira do Sol Crescente, a bandeira militar do Japão

Os Aliados reuniam os países combatentes os Países do Eixo, com liderança de Estados Unidos, Reino Unido e União Soviética. Estes identificaram os inimigos a serem combatidos como os integrantes do eixo Roma-Berlim-Tóquio.

Os Países do Eixo propagavam ideologias autoritárias de extrema-direita. Foram responsáveis pela caça e extermínio de minorias étnicas na Europa, sobretudo. A Alemanha era comandada por Adolf Hitler, a Itália dirigida por Benito Mussolini e o Japão liderado por Tojo Hideki e por seu imperador Hirohito.

Além dos três principais países que integravam o Eixo, outros países e grupos organizados formavam o bloco. Bulgária, Hungria e Romênia formavam o segundo escalão entre os Países do Eixo. Finlândia e Tailândia integravam uma coligação ativa com o Eixo. A França atuava como colaboradora, enquanto Eslováquia, Croácia, Albânia e Manchúria tinham papéis submissos. Os Países do Eixo contavam ainda com ações de grupos nacionalistas organizados como o Movimento de Independência Indiano e o Russo Branco.

A Segunda Guerra Mundial terminou quando os Países do Eixo foram derrotados pela força dos Aliados.