Inuítes

Localizados em regiões extremamente frias como algumas partes árticas da Groenlândia, Alasca e Canadá, os Inuítes, também conhecidos como inuit, são uma nação indígena de esquimós. Antes das áreas que habitavam serem colonizadas, os inuítes eram encontrados em grande parte de North Shore, na área de Saguenay e em parte do interior de Schefferville. Segundo alguns historiadores, os inuítes viviam em sociedade com o Inuites, mas estes foram para o norte no ano de 1760.

Os primeiros contatos dos inuítes ocorreram durante o século XV, quando estabeleceram relações com tripulantes de barcos de pesca de bacalhau e alguns pescadores de baleias da França. Esta ligação inicial foi de interesse puramente comercial, pois os europeus tinham interesse no comércio de peles praticado pelos inuítes. Desta forma, uma grande parcela dos inuítes deixou de praticar suas atividades de tradição para se dedicarem de forma integral à caça de animais para conseguir suas peles e lucrar com isso.

Da mesma forma que ocorreu em todos os encontros entre os navegantes da Europa e povos indígenas, a tradição dos inuítes guarda diversos detalhes sobre o estranhamento e o impacto trazido por este choque cultural. De acordo com alguns relatos, franceses e inuítes entraram em acordo para que os primeiros pudessem ocupar algumas áreas. Em troca, os nativos pediam farinha para se proteger em períodos de escassez de alimento.

Neste primeiro momento que se conhece sobre a história inuíte, nomeado como era “pré-farinha”, eles viviam com os recursos naturais abundantes de sua região. Para se proteger do frio, usavam peles de animais. Para guerrear, faziam armas com ossos e outros materiais. Naquela mesma época, vendiam peles em troca de armas, roupas, manteiga, chá, banha de porco, entre outros produtos. Após as primeiras expedições europeias, religiosos estabeleceram-se em postos comerciais e iniciaram um contato  com os povos indígenas com o objetivo de torná-los cristãos.

Depois de algum tempo, já no século XIX, o comércio de peles foi gradualmente sendo substituído por operações madeireiras. Isto fez com que os nativos fossem privados de algumas áreas de seu território, pois muitas pessoas vieram de outros locais interessadas neste novo tipo de comércio. Desta forma, os inuítes foram para a região norte, porém, os colonizadores e o comércio em plena expansão logo chegaram até eles novamente. Além disso, várias atividades como construção de hidrelétricas, mineração, criação de vilas e clubes privados tomaram conta do território inuít. Assim, eles passaram por enormes problemas para continuar sobrevivendo com os meios naturais da região.

Fonte:
http://www.canadainternational.gc.ca/brazil-bresil/about_a-propos/inuit.aspx?lang=por&view=d

Arquivado em: Sociedade