Impressora 3D: O melhoramento da saúde

Nos tempos atuais sempre aparece algum produto que transforma totalmente o modo como vivemos. Um produto que tem um grande potencial para isto é a impressora 3-D. Ela surgiu nos anos 80, entretanto foi sempre relegada a grandes empresas devido ao seu alto custo. Mais recentemente, porém, estes custos veem caindo, e com isto sua popularização vem subindo, não só na área industrial, mas também para uso pessoal.

Mandíbula fabricada com impressora 3D. Foto: LayerWise / Divulgação

Mandíbula fabricada com impressora 3D. Foto: LayerWise / Divulgação

Mas o que é uma impressora 3-D? É um equipamento que lhe permite imprimir praticamente qualquer coisa, desde brinquedos a sapatos e até mesmo joias - lembrando que este imprimir não é em um pedaço de papel, e sim a construção de um objeto inteiramente em 3-D.

Para poder fazer a impressão, primeiro é necessário fazer o desenho do produto desejado, podendo ser com o auxílio de algum programa CAD (desenho assistido em computador, em inglês) ou um scanner 3-D. Após recebidos estes desenhos, o produto é então impresso. Polímeros de plástico são mais comumente utilizados para impressão, em parte porque metal é mais caro de se utilizar, porém diversos tipos de materiais podem ser empregados, inclusive biomateriais.

Uma área em amplo crescimento com a utilização destas impressoras é o da saúde. Próteses podem ser desenvolvidas para casos individuais, feitas nas medidas e até mesmo na cor que o paciente desejar. Sejam estas de membros perdidos, nariz, olhos e até mesmo ossos, todos já são feitos e testados através de diferentes biomateriais utilizados em suas impressões.

O maior desafio, e que já está em pleno desenvolvimento, é o da impressão de órgãos e seus respectivos sistemas circulatórios. Testes estão sendo feitos em animais, porém a luz verde ainda não foi dada para que eles possam ser transplantados para seres humanos. Essa é uma grande esperança que talvez possa ser realizada em breve.

Por  Marcelo Nishikawa de Freitas (Trainee do Departamento de Comunicação & Marketing - Empresa Júnior Biotec Jr.)

AVISO LEGAL: As informações disponibilizadas nesta página devem apenas ser utilizadas para fins informacionais, não podendo, jamais, serem utilizadas em substituição a um diagnóstico médico por um profissional habilitado. Os autores deste site se eximem de qualquer responsabilidade legal advinda da má utilização das informações aqui publicadas.
Arquivado em: Saúde, Tecnologia