Exercícios - Dilatação Linear

Lista de exercícios sobre a dilatação linear dos objetos.
Ler artigo Dilatação Linear.

Exercício 1: (UDESC 2008)

A figura (a) mostra um dispositivo que pode ser usado para ligar ou desligar um forno, dependendo da temperatura do local onde se encontra o sensor (barra AB). Essa barra é constituída de dois metais diferentes e, ao ser aquecida, fecha o circuito, como indicado na figura (b).

O funcionamento do dispositivo acima indicado ocorre devido:


Exercício 2: (UDESC 2017/2)

Um antigo relógio de pêndulo (considere-o como um pêndulo simples) é constituído de uma barra metálica delgada. Este relógio é construído e calibrado para a região Norte do Brasil. Considere uma situação na qual ele é enviado da região Norte para a região Sul do Brasil, experimentando uma variação de temperatura média Δt. Em virtude desta mudança de temperatura o comprimento da barra é alterado, ocasionando uma mudança em seu período de oscilação. Sejam:

LN o comprimento do pêndulo quando na região Norte, na temperatura média tN;
LS o comprimento do pêndulo quando na região Sul, na temperatura média tS;
α o coeficiente de dilatação linear da barra metálica que forma o pêndulo;
TN o período das oscilações do pêndulo quando na região Norte;
TS o período das oscilações do pêndulo quando na região Sul;
g a aceleração da gravidade (considere o mesmo valor nas duas regiões).

Com base nestas informações, é correto afirmar que o coeficiente de dilatação linear da barra metálica vale:


Exercício 3: (UFRGS 2015)

Duas barras metálicas, X e Y, de mesmo comprimento (l) em temperatura ambiente T0, são aquecidas uniformemente até uma temperatura T. Os materiais das barras têm coeficientes de dilatação linear, respectivamente αX e αY, que são positivos e podem ser considerados constantes no intervalo de temperatura ΔT=T – T0.

Na figura abaixo, a reta tracejada X representa o acréscimo relativo Δl/l no comprimento da barra X, em função da variação da temperatura.

Sabendo que αY=2αX, assinale a alternativa que indica a reta que melhor representa o acréscimo Δl/l no comprimento da barra Y, em função da variação da temperatura.