Exercícios - Escolas literárias

Lista de questões de vestibulares sobre os diversos períodos literários.
Ler artigo Escolas literárias.

Exercício 1: (UDESC 2009)

Uma vez que a literatura é o reflexo de um momento histórico, e que nela podem estar revelados os principais acontecimentos econômicos, políticos e sociais de cada estilo de época, relacione cada Escola Literária brasileira ao seu devido contexto social.

(1) Barroco
(2) Romantismo
(3) Realismo
(4) Simbolismo
(5) Modernismo
(   ) A urbanização da cidade do Rio de Janeiro, agora transformada em Corte, cria uma sociedade consumidora representada pela aristocracia rural, pelos profissionais liberais e jovens estudantes, todos em busca de entretenimento; o espírito nacionalista passa a exigir uma cor local para a literatura, na valorização do índio e das terras brasileiras.

(   ) No Brasil, havia a presença cada vez mais forte dos comerciantes, com as transformações ocorridas no Nordeste em conseqüência das invasões holandesas e, finalmente, com o apogeu e a decadência da cana-de açúcar. Na literatura, o homem de tal época vivia em estado de tensão e desequilíbrio, em um conflito entre o terreno e o celestial.

(   ) Os grandes proprietários rurais de São Paulo e Minas Gerais eram beneficiados pela política do café com-leite. Ao mesmo tempo em que os artistas pretendiam colocar a cultura brasileira a par das correntes de vanguarda do pensamento europeu, havia a tomada da consciência da realidade brasileira, que resultou em uma grande exposição artística.

(   ) Transição para o século XX e definição de um mundo novo. As correntes materialistas e racionalistas não mais respondem às exigências de uma nova realidade: as tendências espirituais renascem, o subconsciente e o inconsciente são valorizados.

(   ) O positivismo, o evolucionismo e, principalmente, a filosofia alemã inspiraram a literatura brasileira, que vivia um momento histórico conturbado em decorrência do abolicionismo, do ideal republicano e da crise da Monarquia.

[Adaptações de NICOLA, José de. Literatura brasileira: das origens aos nossos dias. São Paulo: Scipione, 1998.]

Assinale a alternativa que apresenta a seqüência correta, de cima para baixo:


Exercício 2: (UFF 2010)

Assinale a opção correta.


Exercício 3: (Acafe 2016/2)

Em relação às escolas literárias, marque com V as afirmações verdadeiras e com F as falsas.

( ) O Pré-Modernismo é um período de transição para o Modernismo, representado no Brasil pelos escritores Euclides da Cunha (autor de Os Sertões), Lima Barreto (autor de Triste Fim de Policarpo Quaresma), Graça Aranha (autor de Canaã), entre outros.
( ) O Movimento Antropofágico foi uma corrente de vanguarda que marca a primeira fase da era modernista da literatura brasileira em 1922. Liderado por Mário de Andrade (1893-1945) e pela pintora Anita Malfatti (1889-1964), a finalidade principal era remodelar a cultura nacional.
( ) O Tropicalismo é um movimento cultural do fim da década de 60 que revoluciona a música popular brasileira. É iniciado no lançamento das músicas “Alegria, Alegria” de Caetano Veloso e “Domingo no Parque” de Gilberto Gil, no Festival de MPB da TV Record em 1967. Representa também uma certa ruptura com o intelectualismo da Bossa Nova e um reflexo da resistência à censura e à repressão, agravada após o AI-5 (1968).
( ) Tomás Antônio Gonzaga escreveu poesias líricas, típicas do Barroco. Fez uso de linguagem rebuscada e trabalhada ao extremo, usando muitos recursos estilísticos, figuras de linguagem e sintaxe: hipérboles, metáforas, antíteses e paradoxos.
( ) O Romantismo brasileiro caracteriza-se, em sua primeira fase, pelo indianismo e pelo nacionalismo, de que serve de exemplo a citação a seguir, extraída do romance Canção do Exílio, de Casimiro de Abreu: Rumor suspeito quebra a doce harmonia da sesta. Ergue a virgem os olhos, que o sol não deslumbra; sua vista perturba-se. Diante dela e todo a contemplá-la está um guerreiro estranho, se é guerreiro e não algum mau espírito da floresta.”

A sequência correta, de cima para baixo, é: