Amazonas e dois municípios de Rondônia não realizaram o Enem 2020

18/01/2021 - 15h02 - Por Karoline Figueiredo

No último domingo (17), aconteceu o primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, na versão impressa. Do total de 5.523029 inscritos nesta modalidade, 2.680.697 candidatos compareceram ao exame, o que representa, 48% do total. Os dados levantados são preliminares e os números definitivos serão divulgados juntamente com os resultados do Enem.

Os testes foram aplicados em 1.689 municípios de todo país. No total, foram 14.447 locais de aplicação e 201.380 salas utilizadas. No primeiro dia de provas (17), os candidatos responderam questões de Linguagens Códigos e Suas Tecnologias; Ciências Humanas e Suas Tecnologias; além de redigir a Redação com o tema: "O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira".

De acordo com o Inep, o Enem ocorreu de forma tranquila, sem incidentes relevantes. Foram registradas 69 ocorrências, entre elas, emergências médicas (2), desabastecimento de água (1), interrupção temporária de energia elétrica (60), questões relacionadas à estrutura de prova (4) e à segurança pública (2).

Foram eliminados 2.967 participantes por descumprirem as regras, entre elas, portar equipamento eletrônico, ausentar-se antes do horário permitido, utilizar materiais impressos, não atender determinações dos fiscais, entre outras determinações conforme previstas em Edital.

O segundo dia de provas do Enem impresso acorrerá no próximo domingo (24). As provas do Enem digital acontecerão nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Estados que não realizaram o Enem 2020:

As provas não aconteceram no Estado do Amazonas e nos seguintes municípios do Estado de Rondônia: Espigão D'Oeste e Rolim de Moura.

As localidades que ficaram impossibilitadas da realização do Enem, terão a reaplicação nos dias 23 e 24 de fevereiro. Os esforços para que soluções administrativas sejam tomadas, envolvem o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Ministério da Educação (MEC) e os governos do Amazonas e Rondônia.

As datas de reaplicação (23 e 24 de fevereiro), são as mesmas previstas para candidatos declarados com Covid-19 e outras doenças infectocontagiosas. As doenças infectocontagiosas para fins de reaplicação do Exame são: coqueluche; difteria; doença invasiva por Haemophilus influenza; doença meningocócita e outras meningites; varíola; influenza humana A e B; poliomielite por poliovírus selvagem; sarampo; rubéola; varicela e Covid-19.

Segundo o Inep, mais de 10 mil inscritos solicitaram a reaplicação, em decorrência de doenças infectocontagiosas. Do total de pedidos, 8.180 foram deferidos, e 1.991 indeferidos.

Para mais informações acesse o portal do Inep.