Câmara dos Deputados: Florianópolis é a capital com maior número de ausentes nas eleições e com menor mortalidade por Covid-19

16/11/2020 - 19h28 - Por Karoline Figueiredo

A Câmara dos Deputados divulgou nesta segunda-feira (16), dados sobre as abstenções no primeiro turno das eleições. Segundo a Câmara, a abstenção média no Brasil foi de 23,1%, revelando recorde histórico no número de faltantes em urnas eletrônicas.

De acordo com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, as ausências de 2020 devem estar relacionadas à pandemia. A justificativa para quem não compareceu nestas eleições devem ser efetuadas até 14 de janeiro por meio do aplicativo ou pela página do TSE.

A capital de Santa Catarina, Florianópolis, registrou 28,7% nas abstenções de domingo, um aumento de 16,4 pontos porcentuais se comparado ao primeiro turno de 2016, que foi de 12,3%. No sábado (14), a cidade registrava 26 óbitos por 100 mil habitantes em decorrência da Covid-19. É a menor taxa entre todas as capitais.

O menor aumento nas abstenções foi em Belém, representando 1,8 pontos, com 20,8% em 2020 e 19,0% em 2016. A capital registrava 145 óbitos por Covid-19 a cada 100 mil habitantes.

Neste ano, devido à pandemia, a Justiça Eleitoral tomou medidas sanitárias para evitar contaminação e proteger a saúde. Foram distribuídas mais de 9 milhões de máscaras para mesários e 1 milhão de litros de álcool em gel para uso de eleitores antes e após a votação. Além disso, o distanciamento social também é recomendação como ação preventiva.

O TSE realizou campanhas para transmitir segurança aos eleitores, no entanto, também foram repassadas orientações para que pessoas com sintomas ou diagnosticadas com vírus 14 dias antes, evitassem de comparecer.

Para mais informações acesse o portal da Câmara.