Confira as recomendações do MEC para as provas do Enem 2018

01/11/2018 - 13h00 - Por Karoline Figueiredo





As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2018 serão aplicadas nos próximos domingos, 4 e 11 de novembro. Confira algumas orientações do Ministério da Educação (MEC) para que os candidatos não tenham contratempos nos dias das avaliações.

No primeiro dia (4), os participantes realizarão as provas das 13h30 às 19h (horário de Brasília), contendo 45 questões de Ciências Humanas e suas Tecnologias; e 45 questões de Linguagens,  Códigos e suas Tecnologias, além da Redação. Importante acessar a Cartilha de Redação do Enem, elaborada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP).

No segundo dia (11), as provas serão aplicadas das 13h30 às 19h30 (horário de Brasília), contendo 45 questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e 45 questões de Matemática e suas Tecnologias.

Os candidatos devem acessar antecipadamente o Cartão de Confirmação no sistema. O documento informa o número da inscrição; o local, as datas e horários de provas; opção de língua estrangeira escolhida; e informações sobre atendimentos específicos e/ou especializados e recursos de acessibilidade - caso tenham sido solicitados.

De acordo com o INEP, não é necessário apresentar o Cartão de Confirmação para ter acesso ao local de prova, no entanto, é bom ter impresso ou anotar as informações do ensalamento. Os concorrentes devem apresentar um documento oficial com foto e caneta esferográfica de tinta preta com material transparente.

Para não sofrer imprevistos e conseguir bom desempenho no Enem, os candidatos devem estar atentos às seguintes orientações: conhecer antecipadamente os locais e horários dos exames; ter uma boa noite de sono antes das avaliações; fazer uma refeição antes de sair de casa; verificar qual o melhor meio de transporte para chegar no tempo esperado, além de conferir o trânsito na cidade; deixar separado a documentação que será apresentada e o material utilizado; e conferir o fuso horário da região.

A atenção deve ser redobrada em relação ao horário do fechamento dos portões no local de prova. A sugestão é que os candidatos cheguem com antecedência de uma hora para que haja tempo suficiente de localizar as salas.

O fechamento dos portões para o Enem 2018 terá horário diferenciado em determinadas regiões do país - em consequência do horário de verão que inicia na madrugada de sábado (3) para domingo (4). Nas regiões Centro-Oeste, Sudeste, Sul e no Distrito Federal, os relógios devem ser adiantados uma hora.

Os portões de acesso às provas serão fechados nos seguintes horários locais:

  • 10 horas: Acre; Amazonas (Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Boca do Acre, Eirunepé, Envira, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Jutaí, Lábrea, Pauini, São Paulo de Olivença e Tabatinga);
  • 11 horas: Amazonas (com exceção dos municípios a cima); Rondônia; e Roraima;
  • 12 horas: Alagoas; Amapá; Bahia; Ceará; Maranhão; Mato Grosso; Mato Grosso do Sul; Pará; Paraíba; Pernambuco; Piauí; Rio Grande do Norte; Sergipe; e Tocantins.
  • 13 horas: Distrito Federal; Espírito Santo; Goiás; Minas Gerais; Paraná; Rio de Janeiro; Rio Grande do Sul; Santa Catarina; e São Paulo.

Declaração de Comparecimento - Quem precisar comprovar sua presença no Enem, deverá imprimir a declaração personalizada, disponível na página do participante. Haverá uma declaração para cada domingo.

Os gabaritos serão divulgados dia 14 de novembro e os resultados dia 17 de janeiro de 2018. Para mais informações acesse a página do MEC.

O ENEM é um Programa do Governo Federal por meio do Ministério da Educação (MEC), desenvolvido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (IENP), que busca avaliar o grau de conhecimento dos estudantes no Ensino Médio e proporcionar o acesso dos mesmos às Instituições de Educação Superior de todo país. Com a média obtida no ENEM, é possível concorrer às vagas em cursos de graduação ofertadas pelo SISU (Sistema de Seleção Unificada), ProUni (Programa Universidade para Todos), FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) e em Instituições Portuguesas.