Conheça os principais exames de proficiência em língua inglesa e saiba qual é o melhor para você

20/05/2017 - 16h27 - Por Thaís Ferraz





Se você pretende estudar no exterior, seja fazendo um intercâmbio acadêmico ou até mesmo uma pós-graduação, provavelmente precisará comprovar que domina o idioma em que o curso será ministrado. Embora algumas instituições aceitem documentos não-oficiais — como declarações de professores ou dos próprios candidatos — a maioria dos estudantes precisa apresentar um certificado de proficiência, que pode ser obtido através da realização de alguns exames.

Neste post, separamos os principais exames de proficiência aceitos nos países de língua inglesa. Descubra qual é o melhor para você:

Ielts

O Ielts (sistema internacional de testes da língua inglesa, na tradução) é o exame de proficiência mais popular do mundo. A prova é reconhecida por mais de 10,000 organizações, incluindo instituições educacionais, empregadores, governos, autoridades de imigração e órgãos profissionais. Criado em 1989, o exame é propriedade conjunta do British Council, IDP: IELTS Australia e do Cambridge English Language Assessment.

Existem duas versões do exame: IELTS Academic e IELTS General Training. O primeiro é voltado para pessoas que desejam estudar na universidade em nível de graduação ou pós-graduação; ou juntar-se a uma organização profissional em um país de língua inglesa. O segundo deve ser realizado por aqueles que desejam treinar ou estudar em um nível abaixo de graduação; trabalhar ou estagiar em um país de língua inglesa; ou emigrar para um país de língua inglesa.

Como funciona o exame?

O teste avalia quatro habilidades: leitura, escrita, compreensão oral e expressão oral. Em geral, os estudantes têm duas horas e meia para realizar a prova.

As três primeiras partes são realizadas no mesmo dia, seguindo esta ordem: Listening, Reading e Writing. Nesta primeira etapa, os candidatos não poderão fazer nenhuma pausa. A última avaliação, Speaking, pode ser realizada no mesmo dia ou  7 dias antes ou após a prova escrita, dependendo das disposições locais.

O exame utiliza todas as variedades padrão de inglês e, na prova de Listening, você precisará estar apto a entender diversos sotaques de falantes nativos (norte-americano, australiano, neo-zelandês e britânico). No teste de Speaking, você deverá conversar presencialmente com um examinador.

A nota é dada em uma escala de 9 bandas, que vão desde a nota 0 (não fez o exame) até a nota 9 (Usuário experiente). O exame tem validade de dois anos.

Você pode encontrar mais informações, curso gratuito para o IELTS, dicas e materiais de estudo na página do British Council.

Toefl iBT

O TOEFL (Test of English as Foreign Language) iBT (internet based) é tão popular quanto o IELTS. Em todo o mundo, mais de 9.000 instituições aceitam o resultado do exame como prova de proficiência em inglês. O teste é indicado para estudantes que planejam estudar em uma instituição de Higher Education; admissões e conclusões de programas de aprendizado da língua inglesa; candidatos a bolsa de estudo e certificação; estudantes da língua inglesa que desejam monitorar o próprio progresso; e estudantes e trabalhadores solicitando vistos. O teste pertence ao ETS. 

Apesar disso, candidatos que desejam estudar no Reino Unido ou na Austrália devem tomar cuidado na hora de escolher o Toefl, já que ele pode não ser aceito como um teste seguro nos dois países. No Reino Unido, por exemplo, algumas Universidades ainda aceitam o Toefl para a graduação, mas não para cursos ou intercâmbios com duração de um ano. Nem todos os países de língua inglesa aceitam o Toefl como certificação para emissão de vistos.

Como funciona o exame?

O TOEFL é aplicado em um único dia. Com duração de aproximadamente 4 horas, a prova divide-se em quatro seções: Reading, Listening, Speaking e Writing. A seção Speaking é gravada no próprio computador, com auxílio de um microfone disponibilizado pela organização do exame.

A pontuação obedece a uma escala de 0 a 120 pontos, com cada sessão sendo individualmente avaliada entre 0 e 30 pontos. Não há como "reprovar" no teste, mas os candidatos precisam atingir a pontuação mínima das instituições para as quais estão se candidatando. O exame tem validade de dois anos.

Mais informações e materiais de estudo gratuitos podem ser conferidos na página da ETS.

Cambridge (CPE)

A Universidade de Cambridge aplica uma série de exames para todos os níveis de estudantes de inglês. Os principais exames realizados pelos brasileiros são: Cambridge English First (FCE), Cambridge English Advanced (CAE) e Cambridge English: Proficiency (CPE). 

Todos os exames da Universidade de Cambridge são aceitos principalmente para currículos em empresas do Reino Unido e da Europa, mas cada instituição pede um nível específico para os candidatos. O exame tem um formato semelhante ao IELTS e ao TOEFL: são testados os níveis de conhecimento dos candidatos na leitura, na escrita, na compreensão oral e na conversação. A prova dura aproximadamente quatro horas. Os exames Cambridge English Language Assessment não possuem validade determinada.

Mais informações podem ser encontradas na página da Cambridge English.

Para não errar:

Se você precisa prestar um exame de proficiência, o primeiro passo é informar-se. Consulte a página da instituição em que você pretende estudar ou trabalhar e procure a lista de exames de proficiência que ela aceita. Além disso, descubra qual tipo de visto você irá precisar para ingressar no país escolhido e consulte na página do Consulado quais exames são aceitos para a obtenção do documento. Você pode perder a chance de estudar no exterior se não tiver o resultado do exame certo na data certa.

Lembre-se: cada exame de proficiência tem um estilo e uma série de especificidades. Não é possível utilizar o mesmo estudo e o mesmo preparo para os três testes. Por isso, é muito importante que você escolha a melhor opção de teste para você antes de começar a estudar.

Por último, evite dores de cabeça desnecessárias. Agende o seu exame com bastante antecedência, porque as datas de realização dos testes são raras. Além disso, lembre-se de que alguns testes de proficiência possuem validade: não agende seu teste para 2017 se você só pretende ir para o exterior em 2020.