Conselho Nacional de Educação aprova aulas aos sábados e durante férias para reposição de atividades; alternativas abrangem educação básica e superior

02/06/2020 - 17h03 - Por Karoline Figueiredo

O Ministério da Educação (MEC) publicou no Diário Oficial da União (DOU) da última segunda-feira (1), um conjunto de diretrizes do Conselho Nacional de Educação (CNE) orientando as Escolas da Educação Básica e Instituições de Ensino Superior, durante esse período de pandemia.

O Documento visa orientar Estados, Municípios e Distrito Federal; Escolas e Instituições de Ensino Superior sobre as práticas que devem ser adotadas durante a pandemia e as propostas das diretrizes gerais. Cada instituição ficará responsável pela reorganização do próprio calendário.

De acordo com o texto, as instituições devem buscar alternativas para minimizar a necessidade de reposição das aulas presenciais, mantendo a continuidade das atividades durante o período de isolamento social.

Para a reposição das aulas, após término de pandemia, é aconselhado a utilização de períodos não previstos, como ressesso escolar do meio de ano, os dias de sábados e período de férias. Outra sugestão que pode ser considerada é o acréscimo de horas em turno ou utilização de contraturno para atividades escolares.

O CNE também autoriza os sistemas de ensino a computar atividades não presenciais para cumprimento de carga horária.

O Conselho listou diversas atividades não presenciais que podem ser aplicadas pelas redes durante a pandemia. Entre as sugestões estão meios digitais, videoaulas, plataformas virtuais, redes sociais, programas de televisão e rádio, material didático impresso e entregue aos pais ou responsáveis, entre outros.

Confira as recomendações de todos os níveis de escolaridade e demais informações no portal do MEC.