Disque Covid UFSM recebe mais de 4 mil ligações na primeira semana

27/03/2020 - 16h51 - Por Karoline Figueiredo

A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) abriu dia 18 de março, a central de atendimento "Disque Covid UFSM". O objetivo da equipe é esclarecer dúvidas da comunidade sobre o coronavírus (Covid-19). Na primeira semana foram registradas 4.620 atendimentos.

O grupo de atendentes é composto por 10 pessoas: estudantes a partir do oitavo semestre do curso de Medicina da UFSM e um médico residente, que se revezam a cada quatro horas. As ligações não vieram apenas da comunidade local, mas também de outras regiões do Rio Grande do Sul e de outros estados do país.

O principal objetivo da central é esclarecer dúvidas das pessoas sobre o Covid-19 e orientá-las, evitando assim, que saiam nas ruas e procurem pronto-atendimentos sem necessidade. O propósito é impedir a contaminação do vírus, disseminação do mesmo, e a superlotação dos serviços de saúde.

De acordo com a UFMS, os primeiros dias de atendimento, a principal dúvida era sobre o risco de contágio em eventos sociais e locais públicos. Com o decorrer dos dias, o questionamento principal passou a ser sobre os sintomas causados pelo vírus e como diferenciá-los de outras doenças.

Segundo o coordenador da central, o professor Gustavo Dotto, os casos graves que são detectados, são notificados à Vigilância Municipal.

O horário de funcionamento é das 7h às 19h, podendo ser estendido até às 23h, dependendo da demanda (todos os dias da semana). Nos casos mais graves de sintomas, também é possível realizar chamadas em vídeo.