ENEM 2017 contará com novos equipamentos de segurança

28/09/2017 - 15h17 - Por Karoline Figueiredo





O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) 2017 contará com novos equipamentos e estratégias de segurança. Os cuidados buscam garantir o sigilo e a repressão na tentativa de fraude tanto na elaboração, quanto no transporte e aplicação das provas.

O aprimoramento da segurança do ENEM é um resultado do trabalho realizado pelo Ministério da Educação (MEC) em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) e a Polícia Federal (PF).

Em todos os locais de provas haverão ao menos dois detectores de metais e um receptor avançado capaz de identificar a emissão de sinais em radiofrequência de wi-fi, bluetooth, celulares, entre outros.

Por indicação da Polícia Federal, também será utilizado outro aparelho que detecta minunciosamente transmissões de radiofrequência, o aparelho chamado Andre da marca Rei. O objetivo é barrar qualquer tentativa de fraude, sem deixar passar despercebidos até mesmo equipamentos muito pequenos.

Outra medida de segurança será os cadernos de provas personalizados, ou seja, os mesmos já conterão os nomes e os números de inscrições dos candidatos. A coleta de dado biométrico também será mantido.

As avaliações acontecerão em dois domingos seguidos, nos dias 05 e 12 de novembro de 2017, respectivamente. No primeiro dia serão aplicadas Redação, Linguagens, Códigos e suas tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias. No segundo dia, terão Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias.

O gabarito será publicado dia 15 de novembro e o resultado final está previsto para 19 de janeiro de 2018. As notas poderão ser utilizadas para Processos Seletivos como SISU, ProUni, FIES e PRONATEC.

 

 

 

Arquivado em: Enem 2017