Enem 2020: provas serão aplicadas em janeiro e fevereiro de 2021

09/07/2020 - 14h19 - Por Karoline Figueiredo

As novas datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 foram definidas e comunicadas em coletiva de imprensa na última terça-feira (8), na sede do Ministério da Educação (MEC), em Brasília, por meio de videoconferência.

Antes de serem confirmadas, as datas passaram por um processo de análise e diálogo com as secretarias estaduais de Educação e entidades representativas das instituições de ensino superior públicas e privadas. Além disso, também foram avaliadas os resultados da enquete realizada com os candidatos inscritos no Enem.

"Diante do cenário atual, buscamos uma solução técnica e encontramos uma data que melhor se adeque para maioria dos participantes do Enem", declarou o secretário-executivo do MEC, Antonio Paulo Vogel.

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), Alexandre Lopes, informou que todas as precauções serão tomadas para realização do Exame no início do próximo ano. "Vamos tomas todas as medidas de segurança do ponto de vista sanitário para aplicação da prova. Para isso, teremos de alugar novas salas e disponibilizar equipamentos de segurança como máscaras, álcool em gel, o que gera um custo além do que foi planejado inicialmente. Porém, já estamos em contato com o Ministério da Economia e isso não será um problema para a realização da prova", explicou.

As datas de provas confirmadas do Enem 2020:

17 e 24 de janeiro de 2021 (Enem impresso);

31 de janeiro e 7 de fevereiro (Enem digital).

O INEP realizou uma enquete entre os dias 20 e 30 de junho, com os candidatos inscritos do Enem, para consultar melhores datas de provas. A maioria dos concorrentes votaram para as seguintes datas: 2 e 9 de maio de 2021 - Enem Impresso; e 16 e 23 de maio - Enem Digital.

Participaram da votação de forma voluntária, 1.113.350 inscritos. Do total, 49,7% optaram por maio de 2021; 35,3% por janeiro de 2021; e 15,0% por dezembro de 2020.

Em decorrência da pandemia causada pelo coronavírus (Covid-19), o Ministério da Educação (MEC) e o INEP decidiram adiar as provas impressa e digital que estavam marcadas para novembro deste ano. O Enem registrou nesta edição, 5.783.357 inscrições. Para mais informações acesse o portal do INEP.