Enem 2020: versão digital pode ser utilizada por até 100 mil participantes

31/03/2020 - 13h27 - Por Karoline Figueiredo

O modelo digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 será implementado pela primeira vez nesta edição, e o objetivo, é que seja consolidado até 2026. Nessa fase inicial, até 100 mil pessoas poderão realizar o exame no novo modelo. A estrutura da prova é o mesmo da versão impressa.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) por se tratar de fase piloto, O Enem digital não estará disponível para treineiros e não ofertará atendimento especializado. Os recursos de Acessibilidade serão assegurados na edição do Enem 2020 somente na versão impressa.

O Inep publicou nesta terça-feira (31), no Diário Oficial da União (DOU), os editais das versões impressa e digital do Enem 2020. Confira os editais: versão impressa e versão digital.

As inscrições em ambas modalidades devem ser realizadas entre os dias 11 e 22 de maio. As provas impressas ocorrem nos dias 1º e 8 de novembro e as provas digitais nos dias 11 e 18 de outubro. O Enem digital saiu no edital com datas incorretas mas serão retificadas.

As inscrições podem ser efetuadas no portal do Enem ou pelo aplicativo do Enem. O candidato que optar pelo Enem impresso não poderá se inscrever no Enem digital. Após concluir o processo, não será possível alterar a opção.

Para mais informações acesse os portais do Inep e Mec.