Governo Federal reabre inscrições do Programa Qualifica Mais

14/04/2021 - 19h37 - Por Karoline Figueiredo
Sempre abrir.

O Governo Federal reabriu as inscrições do processo seletivo para o programa "Qualifica Mais-Emprega Mais". A iniciativa é uma parceria entre o Ministério da Educação (MEC) e o Ministério da Economia.

A oferta iniciou com um projeto-piloto disponibilizando 6.069 vagas gratuitas na área de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC). A novidade neste programa, é que além da qualificação, os estudantes serão auxiliados para inserção no mercado de trabalho, após concluírem os cursos.

Os candidatos que se inscreveram até 11 de abril (data limite da primeira oferta), terão suas inscrições validadas e receberão a partir do dia 15 de abril, um email para a confirmação da matrícula diretamente com as instituições que oferecerão o curso.

Segundo o MEC, as demais vagas abertas serão preenchidas pelos candidatos que se cadastrarem no portal, desde que atendam os pré-requisitos previstos no processo seletivo. Para participar, é necessário residir em uma das onze cidades ofertantes dos cursos; ter concluído o Ensino Médio; e ter no máximo 29 anos.

As vagas são ofertadas aos jovens que residam nas regiões metropolitanas de Salvador, Fortaleza, Brasília, Belo Horizonte, Recife, Florianópolis, Joinville, Curitiba, Porto Alegre, São Paulo e Campinas.

Os cursos ofertados são os seguintes: Programador de Sistemas; Programador Web; e Programador de Dispositivos Móveis. Os cursos terão duração de 200 horas e serão ministrados na modalidade Educação a Distância (EaD).

A demanda por qualificação de TIC partiu de um levantamento realizado pelo Ministério da Economia com o setor produtivo, que busca profissionais qualificados para ocuparem postos de trabalho, com o objetivo de retomada da economia.

As sete instituições ofertantes dos cursos foram selecionadas pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do MEC, utilizando critérios de experiência na oferta de cursos na área de TIC.

Para mais informações acesse o portal do MEC.