Índice Global de Competitividade por Talentos de 2019: cultivar talentos empreendedores é essencial para a competividade de nações e cidades

21/01/2019 - 13h01 - Por PRNewswire





DAVOS, Suíça, 21 de janeiro de 2019 /PRNewswire/ --

  • Talento empreendedor se tornou um diferenciador-chave na competição relativa por talentos
  • Talentos ainda são atraídos para pequenas economias de alta renda e para os Estados Unidos
  • Washington, DC, é a primeira colocada no ranking de cidades
  • Análises de cinco anos mostram que a lacuna de atração de talentos está se ampliando entre economias desiguais

O relatório do Índice Global de Competitividade por Talentos (GTCI – Global Talent Competitiveness Index) de 2019 revela que a Suíça, Cingapura e Estados Unidos continuam a liderar o mundo em competitividade por talentos, enquanto países da Ásia, América Latina e África observam uma erosão progressiva de sua base de talentos. O relatório confirma que questões sobre talentos se tornaram uma preocupação generalizada para empresas, nações e cidades, porque o desempenho de talentos é visto como um fator fundamental para crescimento e prosperidade.

 

 

O relatório deste ano tem um foco especial em talentos empreendedores – como estão sendo encorajados, cultivados e desenvolvidos no mundo e como isso afeta a competitividade relativa de economias diferentes. Novos métodos estão surgindo para estimular talentos empreendedores e intraempreendedores, bem como empregados preparados para o futuro – por exemplo, os esforços para desenvolver inovação de baixo para cima e para empoderar empregados. Tal progresso é especialmente verdadeiro nas cidades em que ecossistemas de "cidades inteligentes" estão agindo, progressivamente, como chamariz de talentos. O relatório mostra ainda:

  • Os países e cidades em posições mais altas no ranking tendem a ser os mais abertos a talentos empreendedores;
  • Digitalização e globalização estão expandindo o papel dos talentos empreendedores.

O relatório também revela que as cidades, mais do que os países, estão exercendo papéis mais fortes como centros de talentos e que será necessário remodelar o cenário global de talentos. A importância crescente das cidades se deve à maior flexibilidade e capacidade de se adaptar a novas tendências e padrões. Como unidades econômicas ágeis, onde as políticas podem ser mudadas mais rapidamente, as cidades são, portanto, mais atraentes para os talentos – especialmente para os talentos empreendedores.

A cidade mais bem posicionada no ranking deste ano é Washington, DC, seguida por Copenhague, Oslo, Viena e Zurique. A posição de Washington pode ser atribuída a seu forte desempenho em quatro dos cinco pilares medidos na pesquisa – ou seja, nos pilares de "ser global", "atrair", "crescer" e "capacitar". Sua economia estável, população dinâmica, infraestrutura e conectividade excepcionais, força de trabalho altamente capacitada e educação de classe mundial são todas características que contribuem para tornar a cidade um grande centro de talentos.

A visão de longo alcance

Pela primeira vez, o GTCI de 2019 fornece uma análise longitudinal sobre a competitividade por talentos, com base nos resultados de todas as edições do GTCI desde 2013. A principal conclusão foi a de que a lacuna que separa os países mais competitivos por talentos do resto da comunidade global está aumentando. A competitividade por talentos está se fortalecendo em grupos de países onde já é comparativamente alta e enfraquecendo nos países onde já é relativamente baixa.

O diretor-executivo de Índices Globais da INSEAD, Bruno Lanvin, que foi coeditor do relatório, declarou: "Apenas dois países não europeus estão entre os dez países mais bem classificados no ranking: Cingapura e EUA. Isso significa que a Europa continua sendo uma potência em talentos e também que países com grandes universidades e um setor educacional forte estão mais bem posicionados para atrair talentos. Como talentos de alto nível circulam mais internacionalmente, nenhuma vantagem comparativa pode ser vista como irreversível e esses países devem permanecer abertos e inovadores para manter suas lideranças".

O professor adjunto de estratégia da INSEAD, diretor acadêmico e coeditor do relatório, Felipe Monteiro, declarou: "Empreendedorismo parece ser um talento decisivo para alcançar o sucesso. Todos os tipos de organizações têm de atrair e aprimorar talentos empreendedores, em uma era em que os ecossistemas em todo o mundo estão em processo de grande remodelação pela transformação digital".

O presidente-executivo do Grupo Adecco, Alain Dehaze, disse: "Como o mundo do trabalho muda rapidamente, há o perigo de que, se os países e cidades não tiverem as condições certas para atrair talentos, as pessoas e as empresas se mudem para outro lugar, em busca de melhores oportunidades. Os resultados do relatório do GTCI deste ano trazem mais evidências sobre como os talentos empreendedores estão sendo vistos progressivamente como uma forma de operar com sucesso em um mundo em fluxo constante. Cultivar talentos é uma parte vital da criação do ambiente certo para eles florescerem e plantar as sementes para o sucesso no futuro".

O presidente-executivo da Tata Communications, Vinod Kumar, explicou: "O conceito de abertura é fundamental para os talentos empreendedores e a cultura empresarial exerce um papel essencial nesse caso. Empresas e cidades precisam trabalhar juntas para cultivar culturas de intraempreendedorismo e uma mentalidade de aprendizado contínuo acima de tudo o mais, porque o fator humano é essencial para o sucesso da transformação digital. Isso irá ajudar a liberar o potencial positivo que a tecnologia traz – especialmente em um mundo onde os humanos e as máquinas trabalham lado a lado e tipos diferentes de colaboração e criação de ideias emergem".

O relatório do GTCI de 2019, publicado hoje pela INSEAD, a Escola de Negócios para o Mundo, em parceria com o Grupo Adecco e a Tata Communications, é um parâmetro comparativo (benchmarking) anual abrangente, que mede como os países e cidades aumentam, atraem e retêm talentos, fornecendo um recurso único para os tomadores de decisão entenderem o quadro da competitividade global por talentos e desenvolverem estratégias para impulsionar a competitividade.

O relatório mede os níveis da Competitividade Global por Talentos com base em 68 variáveis. O índice de 2019 cobre 125 economias nacionais e 114 cidades (respectivamente, 119 e 90 em 2018), em todos os grupos de renda e níveis de desenvolvimento.

20 melhores no ranking de 2019 – países

A sexta edição mostra que a Suíça continua a liderar o Índice Global de Competitividade por Talentos, enquanto Cingapura e Estados Unidos vêm em segundo de terceiro lugares, respectivamente, como foi em 2018. Os três primeiros são seguidos por países escandinavos: Noruega (4o), Dinamarca (5o), Finlândia (6o) e Suécia (7o). Iêmen foi o último colocado, no 125o lugar, atrás do Congo (124o) e Burundi (123o).

Como nos anos anteriores, as classificações mais altas estão associadas a níveis de renda mais altos. Políticas e práticas que produzem competitividade por talentos em países mais desenvolvidos são menos sensíveis a flutuações políticas e socioeconômicas. Economias de alta renda têm estabilidade para investir em ensino permanente, reforçando qualificações, atraindo e retendo talentos globais.

CLASSIFICAÇÃO

PAÍS

PONTUAÇÃO

1

Suíça 

81,82

2.

Cingapura   

77,27

3.

EUA

76,64

4.

Noruega  

74,67

5.

Dinamarca    

73,85

6.

Finlândia   

73,78

7.

Suécia    

73,53

8.

Holanda 

73,02

9.

Reino Unido    

71,44

10.

Luxemburgo   

71,18

11.

Nova Zelândia   

71,12

12.

Austrália   

71,08

13.

Islândia    

71,03

14.

Alemanha    

70,72

15.

Canadá  

70,43

16.

Irlanda  

70,15

17.

Bélgica  

68,48

18.

Áustria  

68,31

19.

Emirados Árabes Unidos 

65,90

20,

Israel 

63,26

10 melhores no ranking de 2019 – cidades

As principais cidades têm melhor desempenho nos cinco pilares do espectro de talentos. A cidade em primeiro lugar, Washington, DC, exemplifica isso, estando entre as 10 melhores em três das cinco dimensões. Os papéis progressivamente centrais das cidades como centros de talentos empreendedores também realçam a importância de desenvolver ecossistemas fortes e vibrantes, especialmente em torno da inovação.

 

CLASSIFICAÇÃO

CIDADE

PONTUSAÇÃO

1.

Washington, DC (EUA)

69,2

2.

Copenhague (Dinamarca)

68,0

3.

Oslo (Noruega)

66,1

4.

Viena (Áustria)

65,7

5.

Zurique (Suíça)

65,5

6.

Boston (EUA)

65,4

7.

Helsinque (Finlândia)

65,0

8.

Nova York (EUA)

64,6

9.

Paris (França)

63,5

10.

Seul (Coreia do Sul)

62,7

Para obter mais informações:
Faça o download do relatório  
Faça o download do infográfico 
Siga-nos no Twitter #GTCI para obter mais informações 
Assista o evento de lançamento ao vivo no Facebook à 15h (horário central europeu), em 21 de janeiro de 2019 (segunda-feira): https://www.facebook.com/theadeccogroup/videos/716518675400145/

Para obter mais informações:
Tata Communications
http://www.tatacommunications.com
@tata_comm
facebook.com/TataCommunications
linkedin.com/company/tata-communication

INSEAD 
http://www.insead.edu 
facebook.com/INSEAD/

Grupo Adecco
http://www.adeccogroup.com
@AdeccoGroup
facebook.com/theadeccogroup/

Sobre a INSEAD, a Escola de Negócios para o Mundo

Como uma das principais e maiores escolas de pós-graduação em negócios do mundo, a INSEAD reúne pessoas, culturas e ideias para formar líderes responsáveis, que transformam os negócios e a sociedade. A perspectiva global e a diversidade cultural se refletem em todos os aspectos de suas pesquisas e ensino.

Com câmpus na Europa (França), Ásia (Cingapura) e Oriente Médio (Abu Dhabi), o ensino e pesquisa de negócios da INSEAD se espalha por três continentes. Os 154 membros do corpo docente da escola, de 40 países, inspiram mais de 1.400 estudantes anualmente, em seus cursos de MBA (mestrado em administração de empresas), MBA executivo, mestre executivo em finanças, mestre executivo em mudanças e PhD (doutorado). Além disso, mais de 11.000 executivos participam dos programas de ensino executivo da INSEAD todos os anos.

Além dos cursos da INSEAD em seus três câmpus, a INSEAD participa de parcerias acadêmicas com a Wharton School da Universidade da Pensilvânia (Filadélfia e São Francisco), a Kellogg School of Management da Universidade Northwestern, próxima de Chicago, a Universidade Johns Hopkins/SAIS em Washington DC, a Teachers College da Universidade de Colúmbia em Nova York e a MIT Sloan School of Management em Cambridge, Massachusetts. Na Ásia, a INSEAD faz parceria com a School of Economics and Management da Universidade Tsinghua em Pequim e com a China Europe International Business School (CEIBS) em Xangai. A INSEAD é membro-fundadora da multidisciplinar Universidade de Sorbonne, criada em 2012, e ainda faz parceria com a Fundação Dom Cabral no Brasil.

A INSEAD foi pioneira em ensino internacional de negócios, com a formação da primeira classe de MBA no câmpus de Fontainebleau na Europa, em 1960. Em 2000, a INSEAD abriu seu câmpus na Ásia, em Cingapura. Em 2007, a escola inaugurou o Centro de Pesquisa e Educação Executiva nos Emirados Árabes Unidos e abriu, oficialmente, o câmpus do Oriente Médio em Abu Dhabi, em 2010.

Em todo o mundo e durante décadas, a INSEAD continua a conduzir pesquisas de vanguarda e a inovar em todos os seus programas, para fornecer a líderes empresariais o conhecimento e a sensibilidade para operar em qualquer lugar. Esses valores essenciais habilitaram a INSEAD a se tornar realmente "A Escola de Negócios para o Mundo".

http://www.insead.edu 

Sobre o Grupo Adecco

O Grupo Adecco é o principal parceiro de soluções de RH do mundo. A empresa ajuda mais de 700.000 pessoas a conseguir emprego permanente e flexível todos os anos. Com mais de 34.000 empregados, em 60 países, ela transforma o mundo do trabalho, um emprego por vez. Seus empregados servem mais de 100.000 organizações com talentos, serviços de RH e tecnologia de vanguarda, recursos que precisam para fazer sucesso em uma economia global em constantes mudanças. Como empresa listada na Fortune Global 500, lidera por exemplo, criando valores compartilhados que atendem as necessidades sociais e promovem inovações empresariais. Sua cultura de inclusividade, justiça e trabalho de equipe capacita indivíduos e organizações, alimenta economias e constrói sociedades melhores. Esses valores ressoam em seus empregados, que classificaram a empresa, por votação, em 5o lugar na lista de 2018 do Great Place to Work®-World's Best Workplaces (Grande lugar para trabalhar-Melhores locais de trabalho do mundo). A empresa produz o trabalho do futuro para todos. O Grupo Adecco é sediado em Zurique, Suíça. A Adecco Group AG é registrada na Suíça (ISIN: CH0012138605) e listada na bolsa SIX Swiss Exchange (ADEN). O grupo é formado por nove marcas globais: Adecco, Adia, Modis, Badenoch & Clark, General Assembly, Lee Hecht Harrison, Pontoon, Spring Professional e YOSS.

http://www.adeccogroup.com  

Sobre a Tata Communications 

A Tata Communications é uma provedora líder mundial de mercado de infraestrutura digital, que capacita a economia digital, em rápido crescimento, de hoje.

Os clientes da empresa incluem 300 organizações listadas na Fortune 500, cujas jornadas de transformação digital são habilitadas por seu portfólio de serviços gerenciados integrados globalmente, que disponibilizam experiências a clientes locais. Através de sua rede, nuvem, mobilidade, Internet das Coisas (IoT), colaboração e serviços de segurança, a Tata Communications mantém cerca de 30% das rotas de internet do mundo e conecta negócios para 60% dos gigantes de nuvem do mundo e quatro em cada cinco assinantes de comunicações móveis.

Os recursos da empresa são sustentados por sua rede global. É o maior backbone de fibra submarina de propriedade integral do mundo e uma rede de IP de Tier 1, com conectividade com mais de 240 países e territórios.

A Tata Communications Limited é listada na Bolsa de Valores de Bombaim e na Bolsa de Valores Nacional da Índia, e está presente em mais de 200 países e territórios.

http://www.tatacommunications.com  

Logo - https://mma.prnewswire.com/media/810946/INSEAD_Logo.jpg
Logo - https://mma.prnewswire.com/media/810173/The_Adecco_Group_Logo.jpg
Logo - https://mma.prnewswire.com/media/810947/Tata_Communications_Logo.jpg

FONTE Global Talent Competitiveness Index (GTCI)