Inep divulga nota de esclarecimento sobre as Redações do Enem 2020

07/04/2021 - 11h43 - Por Karoline Figueiredo
Sempre abrir.

Após manifestações nas redes sociais e nos veículos de imprensa em relação às notas das redações dos participantes no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), informa que solicitou ao Consórcio Cesgranrio (FGV) - contratado para operacionalização do exame, nova análise de 100% das imagens das redações do Enem, onde constatou-se que não há inconsistência nas notas atribuídas aos candidatos.

Segundo o Inep, as verificações foram realizadas no período de 1º a 4 de abril, em toda a base de imagens de redações, relacionando com os códigos de barras impressos nas folhas, das quais encontram-se de forma correta e correspondente à realidade.

A folha de redação é personalizada e contém um código de barras específico para cada candidato. O documento também possui informações pessoais do participante como nome completo, CPF, data de nascimento e número de inscrição. A Fundação Getúlio Vargas (FGV-membro do consócio aplicador) revisou a totalidade das imagens digitalizadas pela operação reversa do Consórcio Cesgranrio (FGV).

As verificações foram realizadas das seguintes formas:

  • 1 - Importação da imagem na aplicação do robô de verificação;
  • 2 - Identificação e separação da folha de redação de cada participante;
  • 3 - Leitura do número de inscrição, presente no código de barras impresso em cada folha, realizada por meio de reconhecimento óptico de código de barras;
  • 4 - Identificação do nome do participante impresso na folha de redação, realizada por meio de reconhecimento óptico de caracteres;
  • 5 - Execução de pesquisa de dados na base oficial de inscritos, a partir da inscrição obtida com o resultado da leitura do código de barras;
  • 6 - Comparação do nome obtido a partir de pesquisa realizada na base de inscritos, com o nome existente na folha de redação.

"O processo de correção das redações do Enem é acompanhado em todas as suas etapas e segue rigorosamente os critérios estabelecidos pelo instituto. Os textos dos participantes, transcritos na folha de redação, podem passar por até quatro correções para o cálculo da média final. Os corretores de redações são selecionados em um processo rigoroso e capacitados pelo consórcio aplicador. Destaca-se que os profissionais selecionados para o processo de correção atendem os critérios de formação inicial (graduação em Letras e Linguística) e continuada (exigência mínima de mestrado para as funções de supervisores e coordenadores), além da experiência comprovada em coordenação de correção de produção textual avaliação educacional, exames ou concurso", reforçou o Inep em Nota.

Para mais informações acesse o portal do Inep.