Ines desenvolve materiais didáticos e paradidáticos acessíveis para surdos

26/05/2021 - 19h33 - Por Karoline Figueiredo
Sempre abrir.

O Grupo de Pesquisa Desenvolvimento de Instrumentos Didáticos Acessíveis na Perspectiva Surda (DIDAPS) do Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines) cria materiais didáticos e paradidáticos acessíveis a surdos, de modo que possibilitem o processo de aprendizagem em Ciências Naturais na perspectiva da educação bilíngue inclusiva.

O DIDAPS já produziu diversos conteúdos didáticos em variados formatos, entre eles estão:

*Videolivro "Um menino no Brasil" - conta a história de um menino surdo de origem humilde, que teve uma oportunidade de inclusão na escola. O livro foi escrito em língua portuguesa pela autora Carla Silva Souza e adaptado pelo DIDAPS;

*Série "De Olho na Ciência" - programa educativo e divertido, criado com o objetivo de despertar o interesse do adolescente surdo pelas Ciências;

*Projeto "Sinalizando Química (SinQui) - contém vídeos com criações de sinais e conceitos para nomes e termos do universo da química. Foram produzidos 42 vídeos com o sinalário ilustrado de química em Libras.

Os vídeos estão disponíveis no canal do YouTube. Para mais informações acesse o portal do MEC.