Instituição portuguesa firma acordo com INEP e passará a aceitar Enem como forma de ingresso

10/11/2015 - 13h42 - Por Thaís Ferraz





O Instituto Politécnico de Barcelos (IPCA), sediado em Portugal, firmou na segunda-feira um acordo com o INEP para adoção dos resultados do Enem na seleção de estudantes brasileiros. As informações sobre os processos seletivos da instituição podem ser encontradas neste link.

O instituto está localizado na cidade de Barcelos, no norte de Portugal, e oferece opções de Licenciatura, Mestrado, Pós-Graduação e Cursos Técnicos Superiores Profissionais. Para a graduação, são oferecidos 13 cursos: Contabilidade, Design Gráfico, Design Industrial, Engenharia em Desenvolvimento de Jogos Digitais, Engenharia Eletrotécnica e de computadores, Engenharia de Sistemas Informáticos, Finanças, Fiscalidade, Gestão de Atividades Turísticas, Gestão Bancária e Seguros, Gestão Pública (ensino a distância), Informática Médica e Solicitadoria.

Os cursos custam, anualmente, 1.750 euros (R$ 7.120), que podem ser parcelados em até dez vezes. As hospedagens nos alojamentos do instituto custam cem euros (R$407) ao mês.

O IPCA é a sétima instituição portuguesa a firmar acordo para utilização dos resultados do Enem. Além do instituto, também utilizam as notas do exame as universidades de Coimbra e Algarve e os institutos politécnicos de Portalegre (IPP), do Porto (IPP), de Leiria (IPL) e de Beja (IPBeja).