Iphan divulga vencedores do 32º Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade

06/09/2019 - 11h53 - Por Karoline Figueiredo





O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), órgão vinculado ao Ministério da Cultura (MinC), divulgou o resultado do 32º Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade.

O concurso busca valorizar iniciativas voltadas à preservação de bens culturais do país. A competição premiou 8 trabalhos (com R$ 30 mil cada) desenvolvidos na área de Patrimônio Cultural Brasileiro nas seguintes categorias:

1-Iniciativas de excelência no campo do Patrimônio Cultural Material: referem-se às ações nas áreas de preservação de bens de natureza material, como paisagens culturais, cidades históricas, sítios arqueológicos, edificações e monumentos; e ainda as coleções arqueológicas, acervos museológicos, documentais, bibliográficos, arquivísticos, videográficos, fotográficos e cinematográficos, assim como ações relacionadas de comunicação, difusão e educação.

2-Iniciativas de excelência no campo do Patrimônio Cultural Imaterial: referem-se às ações nas áreas de salvaguarda de práticas e domínios da vida social que se manifestam em saberes, ofícios e modos de fazer; celebrações; ritos e festas que marcam a vivência coletiva do trabalho, da religiosidade e do entretenimento; formas de expressão cênicas, plásticas, musicais ou lúdicas; e nos lugares que abrigam práticas culturais coletivas. Ainda, coleções e acervos associados a estas manifestações culturais, assim como ações de comunicação, difusão e educação relacionadas.

Poderam participar da competição Entidades Governamentais; Empresas e Fundações Privadas; Outras Instituições sem fins lucrativos da sociedade civil organizada; Pessoas Físicas e representantes de grupos ou coletivos.

Os projetos vencedores foram os seguintes:

Rolê Carioca: pelas histórias do Rio - (RJ);

Milonga, repensando critérios de tombamento de terreiros - (BA);

Pinte seu Patrimônio - (PE);

Mina du Veloso - (MG);

Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte) - (PE);

Feira de Trocas de Sementes e Mudas Tradicionais das Comunidades Quilombolas do Vale do Ribeira - (SP);

Inventário Participativo dos Engenhos de Farinha do Litoral Catarinense - (SC);

Tecendo Memórias, Cantos e Contos: registro das histórias de tradição oral dos imigrantes italianos (RS).

Para mais informações acesse o portal do Iphan.