MEC aumenta capacidade de comunicação a distância em universidades e institutos

23/03/2020 - 11h17 - Por Karoline Figueiredo

O Ministério da Educação (MEC) em parceria com a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) - plataforma digital para educação, pesquisa e inovação no Brasil, aumentou a capacidade de webconferências em Universidades e Institutos Federais.

O objetivo é auxiliar e promover o ensino a distância enquanto os estabelecimentos permanecem fechados devido ao risco de contaminação do coronavírus (COVID-19). As Instituições Federais de Ensino Superior Público contarão com 15 salas de reuniões simultâneas de webconferência, sendo que, cada unidade poderá receber até 75 participantes. As salas virtuais poderão ser acessadas por computadores e smartphones. O serviço que suportava 1,7 mil acessos simultâneos, agora passa para 10 mil.

O MEC também ampliou a capacidade do serviço de videoconferência, de 10 para 30 salas virtuais, com até 15 pontos remotos em cada sala. Para a realização das reuniões, o usuário deve conectar o computador ao televisor disponível na Instituição, utilizando um navegador web.

A iniciativa busca apoiar o ensino e a interação entre pesquisadores, professores e alunos que neste momento, não podem realizar encontros presenciais.

O MEC divulgou por meio de portaria no dia 18 de março, a flexibilização do ensino a distância no Sistema Federal de Ensino - composto por Universidades Federais, por Institutos Federais, pelo Colégio Pedro II, pelo Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines) e Instituto Benjamin Constant (IBC); além de Universidades e Faculdades privadas.

Para mais informações acesse o portal do MEC.