MEC e CAPES oferecem 40 mil vagas para o curso virtual 'Alfabetização Baseada na Ciência (ABC)'

09/12/2020 - 16h41 - Por Karoline Figueiredo
Sempre abrir.

O Ministério da Educação (MEC), em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), abriu ontem (8) o período de inscrições para o curso online Alfabetização Baseada na Ciência (ABC).

O MEC está oferecendo 40 mil vagas para professores da área de alfabetização. O curso iniciará dia 11 de janeiro de 2021 e será ministrado no Ambiente Virtual de Aprendizagem do MEC (AVAMEC). As aulas que totalizam 160 horas, reunirão vídeos, materiais de leitura e tarefas de estudos conforme princípios da gamificação e dos recursos abertos que compõe o acervo.

"Construir fundamentos educacionais sólidos exige um olhar especial à formação de professores alfabetizadores. os reflexos desse empenho poderão ser constatados não apenas na educação infantil e nos anos iniciais do ensino fundamental, mas em todo o sistema educacional", declarou o ministro da Educação, Milton Ribeiro.

O curso ABC é composto por um Manual Teórico, de 24 capítulos, elaborado pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, e um programa de Intervenção Prático, desenvolvido pelo Centro de Investigação na Leitura do Instituto Politécnico do Porto. Segundo o MEC, a Universidade Aberta de Portugal ficará encarregada de gravar as videoaulas e produzir as legendas para o português do Brasil.

O objetivo é oferecer aos profissionais da alfabetização, uma qualificação de nível internacional, aliando teoria e prática. A iniciativa faz parte do programa Tempo de Aprender do MEC. O ABC é uma ação de cooperação internacional entre a Capes, a Secretaria de Alfabetização (Sealf) do MEC, a Universidade do Porto (UP), o Instituto Politécnico do Porto (IPP) e a Universidade Aberta de Portugal (UAB).

Para mais informações acesse o portal do MEC.