MEC prorroga prazo de adesão ao 'Tempo de Aprender' para estados e municípios; programa enfrenta principais causas das deficiências da alfabetização no país

02/06/2020 - 15h26 - Por Karoline Figueiredo

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou até 30 de junho, o prazo para estados e municípios aderirem ao "Tempo de Aprender", lançado em fevereiro de 2020.

Segundo a Secretaria de Alfabetização (Sealf) do MEC, responsável pela execução do programa, 3.433 municípios já aderiram ao Tempo de Aprender. Além disso, 6 estados e o Distrito Federal também já fazem parte.

Tempo de Aprender é um programa de alfabetização abrangente do MEC desenvolvido a partir da Política Nacional de Alfabetização (PNA). O projeto foi criado com o objetivo de combater as principais causas das deficiências da alfabetização no país. Entre elas estão: déficit na formação pedagógica e gerencial de docentes e gestores; falta de materiais e de recursos estruturados para alunos  e professores; falha no acompanhamento da evolução dos alunos; e baixo incentivo ao desempenho de professores alfabetizadores e de gestores educacionais.

Com o propósito de melhorar a qualidade da alfabetização, o programa dispõe de ações estruturadas em quatro eixos:

1 - Formação Continuada de profissionais da alfabetização;

2 - Apoio pedagógico para a alfabetização;

3 - Aprimoramento das avaliações da alfabetização;

4 - Valorização dos profissionais de alfabetização.

A plataforma online oferece cursos de Formação Continuada para professores e gestores, pais e responsáveis e demais interessados. O projeto é uma realização do MEC e entidades como o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Supeiror (CAPES), Universidade Federal de Goiás (UFG), Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), entre outras.

Para mais informações acesse o portal Tempo de Aprender.