Ministério da Educação cria comitê de segurança do Enem

29/04/2014 - 15h40 - Por Thaís Ferraz





O Ministério da Educação (MEC) criou, na segunda-feira, o Comitê Gestor de Tecnologia da Informação dos processos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O comitê tem como objetivo melhorar a gestão das atividades do exame ligadas à área de Tecnologia da Informação (TI), ficando responsável pelos procedimentos que devem ser realizados online. A criação do Comitê foi publicada no Diário Oficial da União do dia 28 de abril.

O comitê ficará responsável por elaborar estratégias das ações de segurança da informação do Enem, além de garantir o cumprimento do cronograma do Exame. Além disso, a equipe também deverá detectar problemas e aperfeiçoar o sistema integrado de monitoramento dos processos desta edição, entre outras atividades.

O comitê será presidido por Luiz Cláudio Costa, secretário executivo do Ministério da Educação. A coordenação também será composta por representantes do MEC e por especialistas da área de tecnologia da informação e logística pertencentes às instituições parceiras do ministério.

O Enem foi criado em 1998, tendo como objetivo avaliar o desempenho dos estudantes na etapa final da educação básica. A partir de 2009, o Exame passou a ser utilizado como mecanismo de seleção para o ingresso no ensino superior. As universidades podem adotar o exame de quatro diferentes formas: como fase única, com o sistema de seleção unificada, informatizado e online; como primeira fase; combinado com o vestibular da instituição; ou como fase única para as vagas remanescentes do vestibular.

O Enem também é utilizado para o acesso a programas oferecidos pelo Governo Federal, como o Programa Universidade para Todos (ProUni). As notas do Enem também servem como certificação do ensino médio e como um dos critérios de participação no programa Ciência sem Fronteiras.

No ano passado, 7,1 milhões de estudantes inscreveram-se no exame. As datas de aplicação do Enem em 2014 ainda não foram definidas.

Arquivado em: Enem