O que faz um biomédico?

17/11/2015 - 19h56 - Por InfoEscola





São Paulo, novembro de 2015 – A profissão de Biomedicina está voltada principalmente para a pesquisa sobre doenças, exames clínicos, desenvolvimento de tratamentos, novas formas de prevenção e aumento da qualidade de vida da população em geral. Hoje, o mercado de atuação é amplo e está em expansão, com mais de 30 especializações.

A Coordenadora do curso de Biomedicina da Universidade Cruzeiro do Sul, Fernanda Borges, explica os principais campos de atuação para o profissional de nível superior da saúde: “O biomédico muitas vezes atua nos bastidores realizando análises clínico-laboratoriais, emitindo laudos que norteiam diagnósticos e fazendo análises microbiológicas e físico-químicas para o saneamento do meio ambiente. Outras vezes, atua na linha de frente sob supervisão médica em serviços de hemoterapia e diagnóstico por imagem.

O profissional também pode atuar como agente promotor da saúde nas competências como saúde-pública e sanitarista, otimizando tratamentos convencionais de saúde ao promover o equilíbrio energético e reestabelecimento funcional dos sistemas orgânicos. Outras competências do biomédico são a biomedicina estética e acupuntura, nos quais o profissional eleva a autoestima do indivíduo por meio da prevenção do envelhecimento natural e identifica formas de correção da disfunção dermato-fisiológica.

A professora também ressalta a competência de ensino e pesquisa em instituições públicas e privadas, gerando conhecimento e desenvolvendo novas tecnologias.

A biomedicina conta com 34 especializações, como: Acupuntura, Análise Ambiental, Análises Bromatológicas, Auditoria, Banco de Sangue, Biofísica, Biologia Molecular, Biomedicina Estética, Bioquímica, Citologia Oncótica, Embriologia, Farmacologia, Fisiologia, Fisiologia Geral, Fisiologia Humana, Genética, Hematologia, Histologia Humana, Imagenologia, Imunologia, Informática de Saúde, Microbiologia, Microbiologia de Alimentos, Parasitologia, Patologia, Patologia Clínica, Perfusão, Psicobiologia, Radiologia, Reprodução Humana, Sanitarista, Saúde Pública, Toxicologia e Virologia.

O curso de biomedicina da Universidade Cruzeiro do Sul é um dos primeiros a incluir na matriz curricular o desenvolvimento de competências para atuação na área de biomedicina estética, a mais nova tendência do mercado na área. Para fazer a inscrição, acesse aqui.

Arquivado em: Educação