O que o extraordinário histórico financeiro da Nova Zelândia pode ensinar ao mundo: 6 números para saber

07/07/2020 - 11h02 - Por PRNewswire

WASHINGTON, 7 de julho de 2020 /PRNewswire/ -- O Kazarian Center for Public Financial Management (KCPFM) começou hoje uma campanha de educação pública intitulada "O que o extraordinário histórico financeiro da Nova Zelândia pode ensinar ao mundo: 6 números para saber". O extraordinário histórico financeiro da Nova Zelândia pode ensinar ao mundo como promover sólida segurança financeira e mais prosperidade para todos.

Entre julho de 2020 e julho de 2021, a campanha de educação pública patrocinará um bilhão de impressões na mídia. Mais de 20 meios de comunicação digitais fazem parte da campanha, como Barron's, BBC, Bloomberg, Der Spiegel, Financial News, FT, Handelsblatt, National Business Review (NZ), NYT, NZ Herald, Politico, Times (Reino Unido) e WSJ. Educar o público e outras partes interessadas importantes sobre como melhorar a gestão financeira pública é a missão e competência essencial do KCPFM.

O extraordinário histórico financeiro do governo da Nova Zelândia é uma homenagem aos seus cidadãos e à cultura líder mundial em gestão financeira pública. Ao mesmo tempo, a Nova Zelândia alcançou classificações superiores nos índices de qualidade das instituições e qualidade de vida mais amplamente reconhecidos.

A campanha de educação pública compara a Nova Zelândia e cinco países com classificação de crédito AAA em três dos mais importantes indicadores de desempenho financeiro do governo nos últimos nove anos (2011 a 2019). A seguir estão os 6 números para saber:

  • Indicador 1: o patrimônio do cidadão neo-zelandês 1 (CW1) aumentou US$ 8.000 por pessoa, e a classificação AAA caiu US$ 8.000.
  • Indicador 2: o patrimônio líquido total do governo da Nova Zelândia aumentou US$ 5.000 por pessoa, e a classificação AAA caiu US$ 4.000.
  • Indicador 3: o patrimônio líquido total do governo da Nova Zelândia, como porcentagem do PIB, aumentou 10 pontos percentuais, e a classificação AAA caiu 5 pontos percentuais.

A Nova Zelândia combina o histórico financeiro extraordinário do governo com o desempenho de alto nível nos principais indicadores de governança do Banco Mundial de força institucional, classificando-se significativamente melhor que a média dos soberanos com classificações de crédito equivalentes ou superiores. Além disso, a Nova Zelândia tem a sétima posição no mundo no Índice de Prosperidade da Legatum, que inclui, entre outros fatores, educação, saúde, bem-estar pessoal e qualidade de vida.

"Ensinar administração financeira pública por meio de um bilhão de impressões da mídia trará mais prosperidade para todos", afirmou Paul B. Kazarian, da KCPFM.

Para saber mais sobre como as lições da Nova Zelândia podem melhorar a gestão financeira pública, consulte o site kazarianfoundation.org/NZPFM, que inclui informações adicionais e perguntas frequentes. Veja também as apresentações em slides da Lei de finanças públicas da Nova Zelândia no site da conferência aos 30: Lessons, Achievements and Future Directions, especialmente as apresentações de Ian Ball, Ruth Richardson, Ken Warren, Struan Little e Paul B. Kazarian.

O KCPFM é uma iniciativa da Charles & Agnes Kazarian Foundation (Fundação Kazarian), afiliada filantrópica da Japonica Partners. A missão e a competência essencial da Fundação Kazarian é melhorar a gestão financeira pública e a alfabetização financeira. A Fundação procura educar os cidadãos e as principais partes interessadas sobre a importância da gestão financeira pública e da alfabetização financeira por meio de conferências, apresentações, comunicações, artigos, master classes e relatórios estilo white paper. Encontre material educacional sobre gestão financeira pública no site kazarianfoundation.org.

Contato: Christopher Magarian, e-mail [email protected], ou Stacy Dimakakos, Public Worldwide, [email protected]

FONTE Charles & Agnes Kazarian Foundation