ONU e parceiros lançam trabalho inédito no país de prevenção às drogas e tratamento

28/05/2021 - 18h20 - Por Karoline Figueiredo
Sempre abrir.

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) realizou no último dia 24, o webinário internacional "Diretrizes Internacionais, Prevenção e Mapeamento de Serviços de Tratamento por uso de Drogas". No encontro foi lançada a pesquisa inédita no Brasil "Mapeamento dos Serviços de Tratamento e Transtornos Associados ao Uso de Drogas".

No primeiro momento, o trabalho de pesquisa será conduzido em todos os municípios (184) do Estado de Pernambuco (PE) e no território de Fernando de Noronha (PE). Participarão ativamente do novo projeto, 3 mil equipes da Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) e 102 Comunidades Terapêuticas Acolhedoras.

A "Cooperação Pernambuco" foi definida pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em conjunto com a Secretaria de Estado de Políticas de Prevenção à Violência e às Drogas (SPVD), o Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) e o Instituto Guarapé. A pesquisa é uma realização da UNODC em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O Mapeamento abrangerá toda a rede de apoio às pessoas que fazem o uso prejudicial de álcool e outras drogas, envolvendo equipes de atenção primária à saúde até a rede hospitalar e serviços residenciais terapêuticos.

Os resultados contribuirão para o fortalecimento da rede de atenção psicossocial gerida no ambiente do Sistema Único de Saúde (SUS) e para a aproximação com as instituições que compõem a rede complementar terapêutica.

A oficial de Programa da Seção de Prevenção, Tratamento e Reabilitação da sede da UNODC, Anja Busse, alertou no evento sobre a desigualdade de acesso ao tratamento: "Apenas uma em cada oito pessoas no mundo, que apresenta algum transtorno relacionado a drogas, recebe algum tipo de tratamento".

Para mais informações acesse o portal da ONU.