Prêmio Fundação VW divulga os finalistas que serão acelerados em parceria com a Yunus

28/08/2019 - 12h01 - Por PRNewswire





O Programa de Aceleração inclui mentorias para aprimorar os projetos e fortalecer as organizações

SÃO PAULO, 28 de agosto de 2019 /PRNewswire/ -- A Fundação Volkswagen divulgou as organizações finalistas do 1º Prêmio FVW, realizado em parceria com a Yunus Corporate Social Innovation. Ao todo, a premiação recebeu 406 inscrições, de todos os Estados brasileiros e Distrito Federal. Entre setembro e novembro, os finalistas participarão de um Programa de Aceleração, com mentorias presenciais e remotas, a fim de aprimorarem seus projetos e fortalecerem suas organizações. Ao final, três receberão um patrocínio de R$ 100 mil, além de assessoria pós-investimento.

Conheça os projetos finalistas e acesse o site do prêmio para mais informações:

Mobilidade Urbana

  • Carona a Pé (São Paulo/SP)

    Projeto "Carona a Pé, plataforma colaborativa":
    visa a capacitar multiplicadores, por meio de encontros presenciais e virtuais, para agirem no engajamento da comunidade, fazerem o mapeamento de rotas e formarem adultos responsáveis que conduzam crianças a pé até as escolas pelas rotas definidas.
  • Instituto Aromeiazero (São Paulo/SP)

    Projeto "Viver de Bike": tecnologia social estruturada a partir de um curso de mecânica básica de bicicletas e empreendedorismo. Cada aluno reforma uma bicicleta durante as aulas e fica com ela ao final. O excedente é vendido ou alugado para passeios, ações em escolas e outras formas de geração de renda.

Mobilidade Social

  • Acreditar, Capital Humano e Transformação Social (Glória de Goitá/PE)

    Projeto "As Marias – Mulheres, Negócio e Gênero": focado em mulheres de baixa renda com atuação em diversos segmentos, como comércio, serviço, indústria e agricultura familiar, por meio da educação empreendedora, microcrédito orientado e desenvolvimento local.

  • OLABI.ORG (Rio de Janeiro/RJ)

    Projeto "PretaLab": ação para inclusão de mulheres negras na tecnologia, a fim de responder ao problema da falta de diversidade na cena tecnológica, abarca como áreas de trabalho a articulação de rede, campanhas públicas e inclusão no mercado de trabalho.

Inclusão de Pessoas com Deficiência

  • Instituto Ester Assumpção (Betim/MG)

    Projeto "Rede Ester, Assessoria para Inclusão": visa à assessoria on-line e presencial para organizações que precisam cumprir a Lei de Cotas ou desejam melhorar seus processos inclusivos, seguindo as etapas de Diagnóstico Organizacional, Implantação de Processos Inclusivos e Manutenção dos Processos Inclusivos.

  • Instituto MeViro (Brasília/DF)

    Projeto "Imersão Maker": projeto de aprendizagem experiencial contínuo em que jovens com deficiência desenvolverão habilidades no uso de tecnologias de fabricação digital para a criação de projetos assistivos.

Contato: [email protected]

 

FONTE Fundação Volkswagen