Revalida 2020: Inep responde principais dúvidas sobre o exame

25/09/2020 - 11h15 - Por Karoline Figueiredo

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) abriu um espaço em sua página oficial, com as respostas para as perguntas frequentes sobre o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos pelas Instituições de Educação Superior Estrangeira (Revalida) 2020.

O material auxiliará os participantes e interessados no esclarecimento sobre o exame. Segundo o Inep, o texto relaciona assuntos como as opções de processos para revalidar diplomas de medicina expedidos por universidades estrangeiras; requisitos mínimos para participar do Revalida; documentação necessária; cronograma detalhado da primeira etapa do exame; solicitação de atendimento especializado; estrutura da prova; e outras orientações.

As inscrições desta edição já estão abertas e podem ser efetuadas até 2 de outubro na página Revalida. O valor da taxa na primeira etapa é R$ 330,00.

O Exame é composto por duas etapas (teórica e prática): na primeira fase (6 de dezembro de 2020), as avaliações são compostas por 100 questões objetivas de múltipla escolha no período matutino, e 5 questões discursivas, no período vespertino; na segunda fase (sem data definida) participam apenas os aprovados na primeira, que realizam testes práticos em clínicas. Os participantes que reprovarem na segunda fase, poderão refazer o procedimento por mais duas vezes.

O resultado da prova escrita objetiva e discursiva será divulgado dia 8 de fevereiro de 2021. O resultado final será informado dia 5 de março de 2021. Confira as datas para recursos de provas, dos gabaritos, do envio de diploma para análise, do prazo para pagamento da taxa de inscrição e o cronograma completo no Edital.

Revalida - avalia o grau de conhecimentos, habilidades e competências requeridas para o exercício profissional adequado aos princípios e necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS), em nível similar ao exigido dos médicos formados no Brasil. O exame subsidia o reconhecimento, pelas universidades parceiras, dos diplomas dos médicos que se formaram no exterior e querem atuar no Brasil. O Revalida é direcionado tanto aos profissionais brasileiros quanto estrangeiros.

A última edição realizada no Brasil foi em 2017 , obtendo 7.380 inscritos e 393 aprovados. Para mais informações acesse o Edital e a página do Inep.