Saiba como aproveitar as chances de ingressar numa Instituição de Ensino Superior pelo ENEM

14/10/2015 - 14h57 - Por Karoline Figueiredo





As Universidades e Institutos Federais do país inteiro utilizam a nota do Enem para classificarem seus alunos. Os métodos aplicados para o aproveitamento das notas variam para cada Estado. Algumas instituições por exemplo, utilizam parte da nota do Enem para somar com nota de vestibular, outras utilizam 100% a nota como fase única de seleção, e outras, aderem ao Sisu (Sistema de Seleção Unificada) reservando 20%, 50% ou até 100% das vagas, o que varia de cada localidade.

O Enem acontece anualmente desde 1998, e é organizado pelo INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) que foi criado com propósito de avaliar o desempenho escolar dos alunos ao concluir o Ensino Médio. E assim, poder melhorar o nível de escolaridade dos estudantes. Só a partir de 2009 o Enem passou a ser utilizado como forma de seleção para o ingresso nas Instituições Federais de Ensino Superior (IFES).

O Programa Universidade para Todos (ProUni) foi criado em 2004 pela Lei nº 11.096/2005 e tem como objetivo ofertar bolsas de estudos integrais ou parciais para Cursos de Graduação e Cursos Sequenciais de Formação Específica em Instituições Privadas de Ensino Superior. O ProUni acontece duas vezes por ano, no 1º e 2º semestre e as inscrições são feitas pelo site: http://siteprouni.mec.gov.br. Para se inscrever o candidato deve fazer no mínimo 450 pontos no ENEM.

Agora também é possível estudar em Portugal utilizando a média do ENEM. São três Universidades disponíveis: Algarve, Beira Interior e Coimbra.