Tudo o que você precisa saber para se preparar para o Enem

30/08/2018 - 11h14 - Por InfoEscola





Foto: Divulgação.

Faltando três meses para as provas, psicólogo mostra o passo a passo para conseguir a tão desejada aprovação

A cada dia que se aproxima das provas do Enem, que, nesse ano, ocorrerá em 4 e 11 de novembro, o coração de milhares de estudantes pelo país passa a bater mais rápido. Só que é importante saber o que é possível fazer faltando apenas alguns poucos meses para a realização do exame. O dia “só” tem 24 horas e são inúmeras matérias para estudar e revisar ao mesmo tempo, além da preocupação de encontrar alguma hora vaga para curtir um lazer. Por isso, cada passo a partir de agora deve ser bem planejado para o resultado final ser um só: a aprovação.

Correndo contra o tempo, muitos alunos já estão concentrados nos estudos, no entanto, ainda possuem dúvidas sobre qual curso escolher e por isso não sabem como devem direcionar os estudos. O psicólogo Fernando Elias José, que há 20 anos dedica-se à pesquisa em Ciências Cognitivas com especialização no trabalho com estudantes que se preparam para concursos e exames (como o Enem), afirma que o primeiro passo para conseguir a aprovação é saber escolher para qual carreira pretende prestar a prova: “A escolha da carreira sempre é uma situação delicada e que envolve uma série de fatores. Nessa escolha, o jovem deve levar em consideração suas habilidades pessoais, seus gostos e também o que a profissão poderá lhe trazer com o futuro”.

Tomada a decisão de qual curso seguir, é necessário arquitetar com esmero o caminho a ser trilhado para que, no dia a dia, haja dedicação e serenidade. O segundo passo a ser dado pelos estudantes é montar uma rotina e uma programação para os estudos durante esses três meses que ainda restam até as datas da prova. Fernando afirma que “o estudo é uma questão de resistência, não de velocidade. É fundamental não apenas estudar, mas sim adquirir conhecimento. O processo de estudos é pessoal e deve ser desenvolvido individualmente, utilizando as ferramentas que melhor se adaptem a cada estudante. Porém, pode-se observar um maior aproveitamento quando o dia de estudos inicia com uma matéria na qual se tenha maior dificuldade, passando depois para um conteúdo que se tenha mais facilidade, intercalando sempre o estudo com períodos de descanso”. Dessa forma, é possível resumir que o estudante deve manter um ritmo contínuo de estudos mediante um cronograma previamente estabelecido, mas sempre respeitando os próprios limites que o corpo estabelece.

Assim, o estudante deve ter uma compreensão completa sobre seus próprios métodos e compreender que lazer e diversão também são componentes importantes na preparação para o Enem. “O dia é composto de, mais ou menos, oito horas úteis, então dividimos esta carga horária entre estudo, lazer e descanso. Os momentos de lazer e encontro com os amigos também cumprem um papel importante, pois ajudam a aliviar a tensão e ansiedade que pode estar sendo acumulada. Mente, corpo e emoção representam um sistema integrado. Manter o equilíbrio é fundamental para o sucesso nas provas”. Este terceiro passo (assim como os anteriores), que estabelece o equilíbrio entre a vida pessoal e os estudos, é imprescindível para chegar com fôlego na reta final de preparação.

O quarto e último passo, que é focado na véspera das provas e nos próprios dias de realização do exame, é também o mais complexo, pois envolve três fatores a serem levados em consideração: a alimentação, o controle da ansiedade e a administração do sono e dos estudos. “A nossa capacidade de raciocinar e memorizar pode ser estimulada por meio do que comemos. É essencial o equilíbrio entre carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e sais minerais. Para tentar evitar uma crise de ansiedade na véspera e na hora dos exames, não mude a rotina, pois este é o maior inimigo dos estudantes. Como sugestão procure fazer algo diferente e divertido, pois, além de mudar um pouco o foco, terá como possibilidade de sedimentar todo o conhecimento adquirido ao longo do período de estudos em razão desta distração.  E por fim, é preciso planejar o descanso. Ele é importante também. É preciso saber lidar com isso nos grandes projetos de nossas vidas”, finaliza Fernando.

Os quatro passos apresentados são formas de facilitar os estudos e o tempo para encarar as duas provas de grande duração que compõem o Enem. Todos os momentos importantes de nossas vidas geralmente são acompanhados de incertezas e inseguranças; porém, sabendo equilibrar e dosar as emoções é possível encarar as decisões que definem nossas vidas com alegria e prazer. A determinação em alcançar os objetivos também deve ser vista como uma oportunidade de amadurecimento e aprendizagem. E, muitas vezes, a vitória está onde menos se espera, inclusive já pode estar dentro de você.

https://www.facebook.com/psicologofernandoeliasjose

http://www.fernandoeliasjose.com.br/