UEL recebe pedidos de isenção da taxa do Vestibular 2016

17/08/2015 - 11h53 - Por Thaís Ferraz





A Universidade Estadual de Londrina (UEL) está recebendo pedidos de isenção de taxa do Vestibular 2016. Os candidatos que desejam fazer a solicitação utilizando o número do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) deverão se cadastrar até amanhã (18), enquanto os estudantes que fizerem o requerimento através do processo de análise sócio-econômica poderão se inscrever até o dia 28 de agosto.

Os critérios para obter isenção e o link para inscrição podem ser encontrados nesta página.

Vestibular 2016

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Estadual de Londrina (CEPE/UEL) divulgou, no dia 27 de julho, o novo calendário do vestibular 2016, que havia sido suspenso devido a greve dos servidores do Paraná.

O período de inscrições estará aberto entre os dias 8 de setembro e 8 de outubro. As provas serão aplicadas no dia 6 de dezembro (1ª fase), e nos dias 31 de janeiro, 1 e 2 de fevereiro de 2016 (2ª fase). O resultado será divulgado no dia 21 de março de 2016.

SISU

O CEPE aprovou a adesão de 29 cursos de graduação da UEL ao Sistema de Seleção Unificada (SISU), valendo já a partir desta edição. Cada curso ofertará uma porcentagem específica (que varia de 10% a 50%) de vagas para ingresso através do sistema. Os candidatos poderão consultar as porcentagens de vagas disponíveis de cada curso no Manual do Candidato.

Poderão aderir ao Sisu os seguintes cursos: Agronomia, Arquivologia, Administração, Artes Cênicas, Biblioteconomia, Biomedicina, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas (noturno), Ciências Econômicas (matutino), Ciências Sociais, Educação Física (bacharelado), Educação Física (licenciatura), Enfermagem, Farmácia, Filosofia, Física (licenciatura e bacharelado), Fisioterapia, Geografia, História, Letras (Espanhol), Letras (Francês), Matemática (matutino), Matemática (noturno), Pedagogia, Psicologia, Química (integral), Química (licenciatura), Secretariado Executivo e Zootecnia.

Mais informações no página da COPS.