Unicamp realiza novas alterações no calendário do Vestibular 2021

05/06/2020 - 18h30 - Por Karoline Figueiredo

A Comissão Permanente Para os Vestibulares (Comvest) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou algumas alterações no calendário do Vestibular Unicamp 2021.

O período de inscrições permanecerá o mesmo, 31 de julho e 8 de setembro de 2020. No entanto, as provas das 1ª e 2ª fases que aconteceriam em novembro de 2020 e janeiro de 2021, respectivamente, foram adiadas. A previsão é que ocorram em janeiro e fevereiro de 2021.

O número de questões de provas foram reduzidas de 90 para 72.

A solicitação de isenção da taxa de inscrição, válido para o Vestibular Unicamp 2021 e para o Enem-Unicamp 2021, que ocorreria no mês de maio de 2020, também foi alterada, sendo agora entre 22 de junho e 8 de julho. O valor da taxa será de R$ 170,00.

A Unicamp já havia informado também, sobre a redução das obras literárias exigidas no Vestibular. A medida foi tomada por conta da dificuldade de acesso às bibliotecas e os efeitos na educação pública e privada, causados pela pandemia do Coronavírus (Covid-19).

Confira os livros exigidos para o Vestibular Unicamp 2021:

  • Sonetos escolhidos, de Camões;
  • Sobrevivendo no inferno, Racionais Mc's;
  • O Espelho, de Machado de Assis;
  • O Marinheiro, de Fernando Pessoa;
  • A Falência, de Júlia Lopes de Almeida;
  • O Ateneu, de Raul Pompeia;
  • Sermões, Antônio Vieira.

As obras excluídas foram: A teus pés; O seminário dos ratos; História do cerco de Lisboa; Quarto de despejo; e a Cabra vadia.

A Universidade oferece outras modalidades de ingresso além do Vestibular tradicional:

  • Vestibular Indígena - inscrições: 20 de agosto a 21 de setembro 2020
  • Enem-Unicamp - inscrições: 15 de outubro a 16 de novembro 2020
  • Vagas Olímpicas - inscrições: 17 de novembro de 2020 a 8 de janeiro de 2021
  • Vagas Remanescentes (transferências) - 24 de agosto a 11 de setembro de 2020

Para mais informações acesse o portal da Unicamp.