Lançamento de Dardo

Por Thais Pacievitch
Lançamento de dardo é uma modalidade do atletismo na qual o atleta lança um dardo tentando alcançar a maior distância possível. Esse dardo tem forma de lança, e pode ser feito de fibra de vidro, de metal ou fibra de carbono. O peso e o comprimento do dardo pode ser:

Homem - dardo de 2,7 m, com peso 800 gramas.
Mulher - dardo de 2,3 m, com peso de 600 gramas.

O lançamento acontece após algumas ações como a corrida de aproximação do atleta, na qual a aceleração deve ser progressiva e retilínea, alcançando dessa forma, uma velocidade considerável. Esse percurso varia entre 7 a 13 passos. Até então, o dardo é carregado à altura da testa.

Ao atingir a marca intermediária, inicia-se a corrida preparatória, que é o momento de preparação do lançamento. O atleta posiciona, gradativamente, o dardo para atrás da linha dos ombros. Quando alcança a marca inclina o tronco para trás para em seguida impeli-lo para frente, fazendo um giro rápido para que o dardo seja lançado em uma angulação entre 30 e 45 graus do solo. A velocidade do dardo nesse momento é de aproximadamente 100 km/h.

O atleta é desclassificado caso ultrapasse a marca da zona de lançamento, mesmo depois do arremesso. O dardo deve tocar no solo pela ponta dianteira.

O lançamento de dardo pode ter origem ainda na pré-história, seja como instrumento de caça, seja como arma para luta. Como esporte, já era praticado nos Jogos Olimpicos da Grécia Antiga. Em 1906 passou a fazer parte do quadro olímpico nos Jogos de Atenas. Nesse ano, o sueco Eric Kleinning atingiu a melhor marca com um lançamento à 53,89 m.
Setenta anos depois da primeira marca oficial, e após inúmeras quebras de recorde, o húngaro M. Nemeth, obteve a notável marca de 94,58 m., no ano de 1976. A partir daí, passou-se a discutir a questão da segurança e a viabilidade do esporte, já que os grandes lançamentos estavam aumentando a demanda de espaço. A solução encontrada foi a “confecção” de um dardo com aerodinâmica desenhada especificamente para possibilitar uma descida mais rápida do dardo, alcançando, dessa forma, uma distância menor em comparação ao antigo.