João Calvino

Por Ana Paula de Araújo
João Calvino nasceu na França, em 1509.

Filho de pessoas ligadas à religiosidade local, Calvino recebe educação religiosa e uma bolsa de estudos que o leva à Paris.

Ali, estudou latim e humanas, além de teologia. Continuou seus estudos até a morte do pai, em 1531, quando passou a dedicar-se à literatura.

Provavelmente, o contato de Calvino com a doutrina protestante tenha se dado através de um primo, e torna-se, então, um defensor árduo desta doutrina na cidade de Paris, sendo, portanto, expulso por ter sido co-autor de um discurso favorável ao protestantismo.

Erradicado em Genebra, cidade que aderira ao movimento reformista, Calvino passa então a escrever cartas e obras com forte apelo protestante e em favor dos perseguidos por causa da religião, mas é novamente expulso do local.

Vai morar na Suíça onde pode finalmente exercer com liberdade sua doutrina.

Em 1541, volta à Genebra, assumindo um importante posto na igreja reformista, enfrentando grandes lutas contra famílias influentes, mas continua exercendo suas atividades como pastor, escritor, professor e outras mais.

Falece em 27 de maio de 1564 com 55 anos.