Karl Marx

Mestre em Ciências Sociais (PUC-Rio, 2015)
Graduada em Ciências Sociais (UERJ, 2012)

Karl Marx nasceu em Trier, Alemanha, em 5 de maio de 1818. Descendente de judeus, seu avô paterno, Meier Halevi Marx, foi rabino de Trier e sua mãe, Henrietta Presburg, também judia. Porém, seu pai, Heinrich Marx, se converteu ao cristianismo, não por acreditar na religião, mas para continuar a exercer sua profissão, já que nesta época, os judeus não tinham liberdade para exercer todas as profissões e realizar transações comerciais.

Karl Marx

É interessante pensar que o principal autor da causa operária nasceu em uma família judia de classe média. A região da Alemanha em que Marx nasceu e o contexto histórico são fundamentais para compreender sua biografia e seu pensamento. O fato de seu pai ter que se converter ao cristianismo, as dificuldades que os judeus viviam apenas por serem judeus, o contexto político pré revolução e as questões filosóficas de seu tempo são aspectos cruciais para compreender sua obra.

Em outubro de 1835, Marx entrou para a Universidade de Bonn para cursar Direito, com 17 anos. Em 1836, o pai de Marx o transferiu para a Universidade de Berlim. Neste mesmo ano Marx e Jenny se tornaram noivos. Tanto a família de Jenny, quanto a de Marx não foram entusiastas do casal, o que fez com que os dois demorassem 7 anos para finalmente se casarem. A vida dos dois foi marcada pela parceria, já que Jenny transcrevia e traduzia as obras do marido. Os dois tiveram 7 filhos, dos quais dois faleceram de doenças relacionadas a pobreza em que viviam.

A principal obra de Karl Marx, intitulada “O Capital” (Das Kapital) demorou 16 anos para ser finalizada. Durante este período ele e sua família viveram períodos de grande necessidade e quase sempre foi apoiada por seu principal amigo e colaborador, Friedrich Engels. A esposa, embora filha de um barão, não conseguiu sustentar a numerosa família por muito tempo. E, apesar do reconhecimento que o autor teve após sua morte, seus livros não chegaram a fazer grande alvoroço durante a publicação.

Marx é conhecido como o fundador de uma área de conhecimento dentro das ciências humanas. Seus trabalhos versam sobre história, filosofia, economia e sociologia. É inegável a contribuição de Marx para a economia, principalmente sobre a teoria do valor econômico e com o desenvolvimento do conceitos como o de mais-valia e do fetiche da mercadoria. Para a história a concepção materialista é considerada um divisor de águas. Pensar uma saída para o capitalismo, buscando novas formas de produção e distribuição econômica que igualasse os homens em suas condições materiais e sociais, liberando-os da alienação, foi um dos maiores esforços da teoria de Marx.

A obra de Marx é quase sempre analisada a partir de suas influências intelectuais, como Hegel, Fauerbach, Ricardo e Adam Smith. O alcance de suas obras é incomensurável, mas podemos citar a Revolução Russa como um dos eventos relacionados ao impacto de sua obra. Seu nome está invariavelmente associado as teorias sobre comunismo, socialismo e revolução.

Karl Marx morreu em 14 de março de 1883 em Londres.

Leia também:

Referências bibliográficas:

Gabriel, Mary. Amor e capital: a saga familiar de Karl Marx e a história de uma revolução. Zahar, Rio de Janeiro, 2013.

McLellan, David. Karl Marx: a biography. Papermac, London, 1995.

Bottomore, T. e Rubel, M. (orgs.), Sociologia e Filosofia Social de Karl Marx, Rio de Janeiro: Zahar, 1964.

Arquivado em: Biografias, Sociologia