Topografia

Por Caroline Faria
Topografia é a ciência que se ocupa da descrição do relevo de uma localidade (do grego, topos=lugar, região e graphen= descrição), ou ainda a arte de representar graficamente o relevo e as características desta localidade.

Podemos dizer que a topografia surgiu simultaneamente à cartografia, de maneira instintiva e por causa das necessidades do homem de demarcar caminhos, locais de caça e, mais tarde, propriedades.

As antigas civilizações, com destaque para os egípcios, chineses, gregos, árabes, romanos e babilônicos, já utilizavam diversos instrumentos que, embora bastante rudimentares, serviram para delimitar propriedades, traçar rotas comerciais e erguer suas construções.

A “groma egípcia”, por exemplo, é um instrumento manual com uma base em forma de “X”, suspensa por uma corrente e que tem pendentes em cada ponta do “X” uma corda com um pequeno peso. Além de ser utilizado para alinhar direções em áreas planas até objetos distantes e depois transferir as linhas para o solo marcando linhas retas, ainda podia ser usada para marcar ângulos necessários nas construções, como por exemplo, nas pirâmides.

A princípio, a cartografia e a topografia estavam bastante ligadas, pois não havia uma distinção clara entre representar um local ou seu relevo. O que se pode notar nas projeções cartográficas em relevo dos povos antigos (cartografia em relevo) que, além de representar regiões e rotas como um mapa (cartografia), também tentava retratar o relevo do local (topografia).

Mas os instrumentos topográficos viriam a se desenvolver mesmo, apenas no século XVII, quando Kepler inventou a luneta astronômica (1611), Torricelli inventou o barômetro, o inglês John Harrison inventou o cronômetro e, principalmente, quando a construção de limbos graduados deu lugar a construção dos primeiros teodolitos, instrumento ótico usado para medir com precisão ângulos horizontais e ângulos verticais.

Os feitos mais importantes, no entanto, foram quando em 1873, Listing propôs a denominação de Geóide para a forma da terra (circunferência da terra que é determinada pelo nível médio dos oceanos em calmaria e se estende por sob os continentes formando um círculo) e Molodensky, em 1945, demonstrou que a superfície física da terra podia ser determinada a partir das medidas geodésicas (do geóide). Assim, os topógrafos passaram a formar as redes geodésicas, sistemas de determinação das características físicas da superfície terrestre baseadas na altitude, com relação ao geóide, e longitude.

E, talvez este sim, a maior revolução na topografia (e geografia em geral), foi à invenção do GPS (Sistema de Posicionamento Global) que trouxe a capacidade de determinar posições estáticas ou cinemáticas (em movimento) com muito mais rapidez e precisão do que qualquer outro método anterior.

Fontes
http://www.ufrgs.br/museudetopografia
http://www.topografia.com.br