Citoplasma

Por Selmi Vianna Cintra
Citoplasma é uma palavra formada por kytos (grego) que significa célula e plasma que significa dar forma.

É o espaço entre a membrana plasmática e o núcleo. Esse espaço não é vazio, mas preenchido por uma substância viscosa denominada citosol ou hialoplasma onde estão mergulhadas as organelas citoplasmáticas.

As substâncias que fazem parte do hialoplasma são água, como principal componente e proteínas. Em concentrações menores temos açúcares, aminoácidos, sais minerais e outras substâncias.

A água age como solvente distribuindo todo o material uniformemente pelo citoplasma e promove as reações químicas da célula.

O citosol é um fluido que preenche o citoplasma. A sua parte periférica, isto é, próxima à membrana plasmática é denominada ectoplasma.

Geralmente, nessa região as moléculas orgânicas estão mais próximas umas das outras, apresentando-se em estado gel, que é um estado mais gelatinoso, sendo assim quase não se deslocam.

Sua parte mais interna, ao redor do núcleo é denominada endoplasma. Geralmente, nessa região as moléculas orgânicas estão mais afastadas umas das outras, apresentando-se em estado sol, bem fluido, deslocando-se mais facilmente.

Essas substâncias no interior do citoplasma apresentam um movimento denominado ciclose. Esse movimento orientado é da parte sol do hialoplasma que carrega os organóides nele mergulhados.

Podemos dizer que o citoplasma é preenchido por um “sopão” de nutrientes que darão recursos para o cumprimento das funções das organelas citoplasmáticas que cumprem funções específicas e são elas:

Mitocôndria – respiração celular aeróbica, através da glicose e do oxigênio esse organóide produz energia necessária para as células.

Retículos endoplasmáticos granular e agranular – transporte intracelular, produção de proteínas, produção de lipídios, degradação de substâncias tóxicas.

Centríolos (célula animal e alguns vegetais) – auxiliam a divisão celular e originam cílios e flagelos.

Sistema golgiense – síntese, armazenamento e liberação de substâncias para o interior ou exterior da célula.

Lisossomos – atuam na digestão intracelular;

Plastos (célula vegetal) – fotossíntese ou armazenamento de substâncias de reserva.

Peroxissomos – atuam na desintoxicação celular.

Vacúolo digestivo – presente quando a célula realiza digestão e se desfaz na clasmocitose; vacúolos contráteis ou pulsáteis ( protozoários ) – expulsa água do interior do citoplasma; vacúolos de células vegetais – armazenamento de substâncias.

Ribossomossíntese de proteínas

Nesse meio ocorrem inúmeras reações promovendo o metabolismo celular.

Fontes
Amabis e Martho – Conceitos de Biologia - Ed. Moderna – vol. 1
Sônia Lopes – Bio – Ed. Saraiva – Vol. Único