Teoria da Imagem

O termo imagem vem do latim “imago”, que significa “máscara mortuária”. As civilizações antigas delegavam às imagens uma ligação direta com a presença de um ser humano na Terra, daí vieram as máscaras mortuárias, que tinham por intenção manter viva a memória do falecido entre os vivos. A imagem é a representação visual de um objeto.

Platão e Aristóteles teorizaram acerca do assunto. Do ponto de vista platônico, a imagem seria uma projeção da mente, uma projeção da idéia, à luz de sua teoria do idealismo. Já Aristóteles, controversamente, à luz da teoria do realismo, acreditava que a imagem era a representação mental do objeto real, sendo aquisitada através dos sentidos.

A Teoria Semiótica também agrega explicações à imagem. A imagem como produto de uma cultura e seu significado particular a um conjunto de conhecimentos.

Dentro dos estudos imagéticos, existem várias teorias da imagem, no entanto todas se baseiam na ligação da imagem com a morte, a partir do termo “imago”, das teorias de Platão e Aristóteles e também nas definições da Teoria Semiótica.

Fontes:
http://historiadaarte.no.sapo.pt/tir.doc
http://pt.wikipedia.org/wiki/Imagem

Arquivado em: Artes, Comunicação