Antropomorfismo

Por Antonio Gasparetto Junior
Antropomorfismo é a atribuição da forma humana a qualquer constituinte da realidade.

A cultura do Antropomorfismo é antiga na história da humanidade, serviu para embasar argumentos, contos, narrativas e elementos constituintes de diversas sociedades. Da mesma forma, é embasamento recorrente em obras de arte, sobretudo literatura.

Na cultura ocidental, o Antropomorfismo consolidou-se após a influência dos textos filosóficos de São Tomás de Aquino. Seus seguidores encarregaram-se de eternizar a antropomorfização na cultura do cristianismo. Mas muito antes disso, na Grécia Antiga, por exemplo, o Antropomorfismo já estava atrelado ao culto de divindades, favorecendo na disseminação de mensagens através da humanização de seres. Ou seja, a mitologia grega é bastante calcada no Antropomorfismo.

A atribuição de imagem e de comportamento humano do Antropomorfismo não se restringe apenas a animais, engloba também materiais, objetos inanimados, plantas e qualquer outro ser ou elemento tangível ou imaginável. O recurso obteve muito sucesso para transmitir mensagens metafóricas de cunho religioso, moral ou social. Os contos de fada talvez sejam o veículo que melhor exemplifique o uso da antropomorfização. Neles, seus personagens, muitas vezes não humanos, transmites mensagens e ideais ao se recorrer ao estilo humanizado das coisas e dos seres. É importante ressaltar, como já demonstrado antes, que a antropomorfização não é um recurso utilizado apenas em obras infantis, é exemplo em várias sociedades abarcando questões distintas. Porém é de se reconhecer que o Antropomorfismo tem grande visibilidade atualmente em função da notória expansão dos desenhos animados e suas tecnologias. Estas mesmas histórias infantis ganharam muito espaço na TV e no cinema e conquistaram um grande número de admiradores, incluindo adultos.

A disseminação do Antropomorfismo em diferentes meios populares e sua grande aceitabilidade sob as mais diferentes formas tem criado um relacionamento diferenciado com o termo. Atualmente, os admiradores do Antropomorfismo têm se identificado sob a denominação furry. Não há uma resposta exata para o que seja furry, pois o termo varia de significado atendendo diferentes expectativas e se adaptando em diferentes locais do mundo. De toda forma, há comunidades de pessoas que se identificam como furry por admirarem as histórias mitológicas, contas de fadas, heróis e manifestações congêneres que atribuem a natureza humana a carros, animais, plantas etc., criando uma sociedade paralela à realidade para transmitir ideais e valores.

Fontes:
http://psychcentral.com/news/2010/03/01/why-do-we-anthropomorphize/11766.html
http://ateus.net/artigos/filosofia/antropomorfismo-como-reducao-a-ignorancia/