Nióbio

Por Luiz Ricardo dos Santos
O elemento químico Nióbio é um metal de transição localizado na família 5-B da tabela periódica, é branco prateado, ou ainda cinza azulado por motivo de reações químicas com gases presentes no ar. Duro e resistente ao calor e a oxidação é utilizado em diversas ligas metálicas. Seu símbolo é Nb, possui número atômico 41, e configuração eletrônica 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d104p6 5s2 4d3, massa atômica 92,90u, ponto de fusão 2477°C, ponto de ebulição 4744°C.

Descoberto em 1801 por Hatchet, após a análise de um minério chamado tantalita, niobita ou columbita (Fe,Mn)(Nb,Ta)2O6 em razão do nome coolombita chamou o metal de colômbio com o símbolo (Cb). Porém descoberto por Henrich Rose, de forma independente em1846, que o nomeou de nióbio em homenagem a deusa grega Níobe fillha do deus Tântalo, que segundo o mito foi transformada em uma rocha por Zeus. Só foi isolado e caracterizado em 1864 por Blomstrand por redução do cloreto pelo calor em atmosfera de hidrogênio.

Quimicamente o nióbio é reativo formando complexos, haletos, óxidos e hidretos, porém é necessário que este seja levado ao aquecimento em função de sua resistência aos agentes oxidantes e redutores. É necessário, entretanto, ressaltar que alguns dos compostos de nióbio são altamente tóxicos, e sua manipulação exige cuidado. Seus estados de oxidação mais comuns são 2,3 e 5. Quando submetido a temperatura de 200°C o metal oxida-se rapidamente, porém em contato com o ar forma finas camadas de óxidos, nas cores verde, azul e amarelo dependendo da espessura da camada formada. As propriedades químicas do nióbio assemelham-se demasiadamente as do Tântalo, fazendo parte dos 5 elementos refratários principais W, Ta, Mo e Re. Este metal é obtido industrialmente por redução do óxido de nióbio, com carbono e hidrogênio.

O nióbio é comumente utilizado em ligas metálicas com o ferro, o aço, com o zircônio e essas ligas são utilizadas na fabricação de estruturas, soldas, gasodutos, superligas para fabricação de motores a jato e na fabricação de jóias em virtude da resistência a corrosão, altas temperaturas, e como supercondutor em meio criogênico.

O nióbio não é encontrado na natureza em seu estado metálico, mas na forma dos minerais acima citados, geralmente os minérios que contém tântalo, contém também o nióbio. Este metal existe em vários países do mundo, porém foi descoberta uma jazida de nióbio em Araxá-MG, o que tornou o Brasil a maior reserva de nióbio do mundo.

Bibliografia:
http://www.cdcc.sc.usp.br/elementos/niobio.html
http://www.chemicool.com/elements/niobium.html
http://www.daviddarling.info/encyclopedia/I/inorganic_chemistry_entries.html