Prata

Há registros de elemento químico prata é utilizado desde os primórdios em alguns utensílios e ornamentos, inclusive durante certo tempo foi considerado mais valioso que o ouro e também utilizado como moeda. Há citações do uso deste elemento no Velho Testamento inclusive. A prata tem seu símbolo Ag derivado de seu nome no latim Argentum, possui número atômico 47 e número de massa 107,86 u.a estando classificada na tabela periódica como um metal de transição.

A prata pode ser encontrada na natureza em rochas e geralmente de forma impura principalmente com a presença de chumbo (Pb) e cobre (Cu). Pode ser também obtida de forma industrial e sintética. É considerada nobre devido à sua estabilidade, ou baixa reatividade, que é conferida pela energia de ionização deste elemento.

Abaixo estão listadas algumas características deste elemento químico:

  • É um metal de coloração branca;
  • Possui alta ductibilidade (tendência de formar fios);
  • É um metal de boa condutibilidade elétrica e térmica;
  • É sólido na temperatura ambiente e é considerado de baixa dureza (macio);
  • Possui estabilidade quando exposto ao ar e a água;
  • Possui perda gradativa de seu brilho;
  • Quando pura é tóxica.

A distribuição eletrônica deste elemento em sua forma elementar é:

 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6 5s1 4d10

Neste caso a camada de valência, que é a quinta, apresenta apenas um elétron.

As aplicações da prata são inúmeras e algumas estão listadas abaixo:

  • Na fotografia, devido aos sais de prata serem sensíveis à luz;
  • Na radiologia, o brometo de prata é utilizado nos filmes para raio-x;
  • Na indústria joalheira;
  • Na confecção de espelhos;
  • Fabricação de moedas;
  • Na produção de baterias;
  • Na composição da solda;
  • Na fabricação de utensílios domésticos, como talheres.
Arquivado em: Elementos Químicos