Folhetos Embrionários

Por Débora Carvalho Meldau
O folheto embrionário, também chamado de folheto germinativo, é  um tecido embrionário responsável pela origem dos órgãos e tecidos dos animais adultos, com exceção dos poríferos, que não possuem folhetos (não há diferenciação tecidual nestes). Esta estrutura aparece no embrião animal após a gastrulação, fase onde se iniciam as diferenças marcantes entre os animais vertebrados.

Os folhetos embrionários podem estar presentes em dois ou três, recebendo a classificação de diblásticos e triblásticos respectivamente. Por exemplo, o anfioxo que é um animal marinho, forma sua gástrula através da chamada gastrulação por embolia, possuindo apenas dois folhetos embrionários, a endoderme e a ectoderme. Já os mamíferos, a formação da gástrula é através da gastrulação por epibolia, onde primeiro há a formação do disco embrionário, constituído apenas pela ectoderme e endoderme e logo após, há a formação do terceiro folheto embrionário, chamado de mesoderme, situada entre os outros dois folhetos.

Fontes:
http://www.biomania.com.br/bio/conteudo.asp?cod=1211
http://www.forp.usp.br/mef/embriologia/geral.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Folheto_embrion%C3%A1rio