Ectoderme

A ectoderme ou ectoderma é um folheto embrionário exterior que reveste o embrião. Após ocorrer a fertilização, o ovo irá sofrer várias divisões mitóticas, e na fase de gastrulação, será gerado um embrião didérmico, que irá apresentar-se formado por duas camadas de células: a endoderme (interna) e a ectordeme (externa).

Sua função não se limita a revestir o embrião. Este folheto dá  origem a diversas estruturas como aos componentes do sistema nervoso. Na etapa final da gastrulação, começa a ser formada a placa neural, na parte dorsal da ectoderme havendo a formação da notocorda e do tubo neural. Em seguida, o tudo neural irá gerar os tecidos componentes do sistema nervoso através de divisão e diferenciação celular.

A ectoderme está ligada também à formação de certos anexos embrionários. O revestimento da camada amniótica é originado de uma dobra deste folheto embrionário e pelo folheto parietal da mesoderme. O córion, estrutura relacionada com as trocas gasosas é, também, formado por uma dobra da ectoderme e pelo folheto parietal da mesoderme. Origina também diversos tecidos definitivos do adulto, como: órgãos sensitivos, epiderme e estruturas de revestimento associadas a esta última (pêlos, escamas e penas), além do tecido nervoso que já foi citado anteriormente.

Fontes:
http://www.infopedia.pt/que_newsletter.jsp?id=32
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ectoderme

Arquivado em: Embriologia