Diagramas

Diagramas são gráficos de duas dimensões e são geralmente são construídos em um plano cartesiano.

Na horizontal (eixo das abscissas) são apresentadas as variações geográficas, cronológicas, especificas (classes ou rendas), categorias, setores e outros. Na vertical representam-se os valores para os fenômenos.

Os principais diagramas são:

- Diagrama por pontos: também chamado de diagrama de dispersão, sendo que os dados são representados por pontos. É indicado para análises estatísticas em estudo de correlações (desejo de mostrar a associação entre duas variáveis), como por exemplo, indicando a mortalidade infantil nas diferentes cidades de um estado.

- Diagrama por linhas: também chamado de gráfico de curvas, trata-se de uma representação de dados por uma linha poligonal. Pode ser considerada uma das formas mais fácil de representar e de interpretação de dados. Aconselha-se usar no máximo quatro séries de dados.

- Diagrama por superfície: os principais tipos de diagramas em superfícies são: em colunas, em barras, em setores e em porcentagens complementares.

- Estereogramas: São representações gráficas de uma série de dados por meio de corpos geométricos em três dimensões (cubos, pirâmides, cilindros, cones...).

- Cartogramas: Representações gráficas em mapas nos quais os valores são assinalados nos locais em que se verificam. Podem ser usadas cores, hachuras e destaques para diferenciação dos dados.

- Pictogramas: Representações dos dados observados através de figuras ou objetos estilizados (por exemplo, um pictograma falando de “moradia” pode ser representado em uma “casa”). São gráficos vistosos e atraentes.

Arquivado em: Estatística